A importância da gestão de pessoas

Por MedPlus em 27 de novembro de 2015.

Por menor que seja sua clínica, você, com quase toda certeza não trabalhará sozinho. Gerir pessoas é uma tarefa complexa, mas imprescindível dentro das rotinas de gestão.

Assim como em qualquer outro negócio, o sucesso da clínica vai depender de um conjunto de fatores e ações que envolve diretamente o trabalho da equipe, desde os profissionais médicos até auxiliares e secretárias.

Enquanto líder e gestor é importante que o profissional de medicina conheça alguns preceitos básicos de gestão de pessoas, que ajudarão inclusive a estreitar o relacionamento entre os profissionais da clínica.

Conhecimento

Já dissemos isso algumas vezes aqui no blog. Hoje o conhecimento está bastante acessível. São várias as entidades e escolas especializadas em gestão com dicas valiosas para empreendedores, como por exemplo o Sebrae.

A informação também está disponível em sites, vários deles gratuitos. Apesar disso não deixe de participar de cursos e treinamentos sobre administração e gestão de pessoas, presenciais ou on-line. Além de melhorar o trabalho da clínica isso também agregará valor ao seu currículo profissional.

Delegue

Ser o chefe não significa querer abraçar o mundo. Delegue funções e confie nos profissionais que estão ao seu lado. Autonomia gera entusiasmo e você conseguirá se manter mais concentrado em suas funções. Para isso, porém, é importante que os colaboradores estejam alinhados com os valores e objetivos da clínica.

Feedback

O colaborador com certeza gostará de saber claramente o que a empresa espera dele, e se o seu desempenho está de acordo com as expectativas. Por isso, o feedback não pode ser considerado uma ação supérflua.

Presença

Autonomia é importante, mas o líder é uma referência para seus colaboradores, por isso não se isole, ou reserve para si uma vaga em um pedestal. Mostre para sua equipe que você está acessível, que é aberto a sugestões e também a críticas.

Comunicação

Parece óbvio, mas a falta de diálogo nas empresas não é algo tão raro assim. Promova reuniões de avaliação, realize encontros e seja transparente com sua equipem. Não deixar os assuntos da clínica as claras gera desconfiança, e resulta em uma das piores atitudes para o bom relacionamento no meio corporativo – e para fora dele também – a fofoca.

MedPlus