Cadastramento da clínica no CNES: um passo a passo

Cadastramento da clínica no CNES: um passo a passo

O CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde) foi criado pelo Ministério da Saúde para dar apoio às prestadoras de serviços médicos. Embora o CNES seja uma ótima assistência, que ajuda a evitar irregularidades, muitas clínicas têm dúvidas sobre como se cadastrar nesse serviço. Por isso, o MedPlus trouxe um passo a passo para você realizar o cadastro da sua clínica no CNES. Confira!

Entendendo a diferença entre CNES e CNS

O CNES é um cadastro para o estabelecimento prestador de serviços de saúde, como uma clínica multiespecialidades e uma clínica oftalmológica, enquanto que o CNS (Cartão Nacional de Saúde) é o cadastro para os profissionais da saúde – como médicos e enfermeiros.

  1. Documentos necessários para realizar o cadastro
  • Última licença de funcionamento (Vigilância Sanitária);
  • Licença do Departamento de Urbanismo;
  • 2 vias do CNES preenchidas pelo requerente – feita de forma manual, com letra legível, preenchido com caneta azul ou preta. O conjunto de 16 folhas devem conter carimbo e assinatura original em cada folha e traço diagonal azul nos itens inteiramente em branco.

Os documentos devem ser entregues nas VISAs. O manual e as folhas para preenchimento estão disponíveis no site da CNES na aba downloads da documentação.

Como realizar o cadastro

Para realizar o cadastro você precisa, primeiramente, entrar em contato com o seu gestor local – Secretaria Municipal de Saúde ou Secretaria Estadual de Saúde. Cabe ao Gestor Municipal de Saúde o cadastramento e manutenção dos estabelecimentos junto ao CNES.

Depois, você deve acessar o site da CNES e baixar os documentos necessários para preenchimento (recomenda-se que eles sejam preenchidos antecipadamente).

Por fim, é preciso realizar a entrega de todos os documentos nas VISAs.

Para acelerar o processo e evitar retrabalho, a CNES indica que seja lida a legislação e o manual de preenchimento antes de iniciar o processo de cadastramento. Esses documentos podem ser conferidos no site da CNES.

  1. O que consta no registro?
  • Dados básicos – identificação do estabelecimento: nome, endereço, telefone, caracterização;
  • Estrutura física – número de salas, consultórios, etc;
  • Serviços prestados;
  • Equipamentos disponíveis – aparelhos de raio X, monitores, etc;
  • Recursos Humanos;
  • Dados dos profissionais vinculados – nome, CPF, conselho ao qual pertence (CRM, CRO, CREN, CREFITO, etc), nº de registro no Conselho respectivo e tipo de vínculo com a clínica (autônomo ou CLT, por exemplo).

Caso algum profissional da saúde prestar serviços em mais de uma clínica, ele deve ser cadastrado em cada uma delas.

Benefícios do CNES

Muitas operadoras de saúde solicitam o CNES das clínicas, o que é uma vantagem para o seu negócio na hora de fechar contratos. Além disso, por abranger o serviço público, privado e organizações de caráter filantrópico ou de assistência não governamental, o CNES permite dimensionar necessidades e possibilidades de parcerias.

Preparado para cadastrar a sua clínica no CNES? Já realizou o processo? Entre em contato com a gente por meio de nossos canais de comunicação e conte-nos sua experiência. O MedPlus é um software de gestão médica que trabalha para você se concentrar naquilo em que é especialista: o cuidado com o seu paciente. Conte sempre com a gente!

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja saber mais sobre as nossas soluções? Clique aqui e solicite contato de um de nossos consultores.