Skip to main content
Clínicas médicas expressas atraem quem não tem plano de saúde

Clínicas médicas expressas atraem quem não têm plano de saúde

A clínica expressa é um modelo de prestação de serviços médicos, importado dos Estados Unidos, que vem ganhando destaque e muitos adeptos no Brasil, principalmente em São Paulo e Grande ABC.

Conheça as características deste tipo de serviço e entenda porque ele já é uma realidade no país.

O que é uma clínica médica expressa?

A clínica médica expressa é um modelo de clínica que presta serviços médicos básicos à preços acessíveis. Muito utilizada nos Estados Unidos e na Europa, surgiu como alternativa às clínicas convencionais (que prestam serviços com custos mais altos) e ao sistema público de saúde (no caso de alguns países europeus e do Brasil).

Este novo modelo de prestação de serviços de saúde vem crescendo no Brasil, mas difere, em alguns aspectos, do modelo norte-americano.

A população estadunidense não conta com um serviço de saúde pública – possuindo um complexo e caro sistema universal de assistência médica, com apenas alguns serviços específicos subsidiados pelo governo através dos programas Medicare (para a população acima de 65 anos) e Medicaid (para a população de baixa renda, veteranos das forças armadas e crianças cujos pais têm renda intermediária). Por conta desse fator, surgiu a necessidade de criação de clínicas com preços acessíveis, que foram instaladas em locais comuns com bastante trânsito de pessoas – como shoppings, galerias, fundos de lojas e supermercados, etc. – devido a flexibilidade das leis do país em relação a prestação de serviços na área da saúde.

Essas clínicas ficaram conhecidas como clínicas médicas expressas.

Um modelo semelhante foi implementado na Europa, diferindo, entretanto, no intuito e no público atendido: enquanto que nos Estados Unidos são atendidas pessoas de baixa renda que não têm acesso à saúde, em alguns países da Europa (e agora no Brasil) – que contam com um sistema de saúde público – essas clínicas atendem pessoas que não podem esperar pelo atendimento do sistema público e pessoas que não estão satisfeitas com seus convênios médicos.

No Brasil, dados de 2014 revelam que apenas cerca de 47 milhões de brasileiros têm acesso aos serviços privados de saúde, enquanto que 150 milhões têm, como principal meio de acesso à saúde, o SUS (Sistema Único de Saúde). Esse fator, somado a má qualidade dos serviços prestados pelas empresas privadas, revelou a necessidade de outra forma de prestação de serviço que fosse mais acessível que as clínicas particulares e menos demorado que o atendimento do SUS. Surgem então as clínicas médicas expressas – que têm crescido e ganhado muitos adeptos nos últimos anos, principalmente na cidade de São Paulo e no ABC Paulista – embora com regulamentações mais rígidas que as norte-americanas.

Quais são os tipos de serviço prestados?

As clínicas médicas expressas destacam-se por atenderem procedimentos mais simples, de forma mais rápida e por cobrarem mais barato por suas consultas e exames. Nos casos mais complexos, os pacientes são recomendados a procurar o SUS ou o serviço particular de saúde.

Os serviços oferecidos são de pronto atendimento, mas sem caráter emergencial – doenças como sinusite, infecção urinária, rinite, amigdalite, conjuntivite, otite ou sintomas e doenças causadoras de gripes, resfriados, tosses, diarreias etc.

Além disso, essas clínicas oferecem a possibilidade de realização de exames simples (pagos à parte, mas também a preços acessíveis), garantem atendimento rápido – sem filas – e, algumas, com retorno sem cobranças adicionais.

Quais são os valores dos serviços?

As consultas neste tipo de clínica costumam variar entre 80 e 120 reais, enquanto que os exames simples (como hemogramas e exames de urina) variam, comumente, entre 6 e 80 reais.

Apesar dos baixos valores cobrados, é importantíssimo que a clínica conte com profissionais altamente capacitados, pois as doenças mais comuns são as que exigem maior conhecimento do médico. Nas clínicas expressas o preço baixo não é, de nenhuma forma, sinônimo de baixa qualidade de serviço. Os empreendedores do ramo afirmam que a maior preocupação deste tipo de clínica é tornar os serviços de saúde acessível, prezando sempre pela qualidade e respeito ao paciente.

Por que investir em clínicas médicas expressas?

As clínicas expressas crescem cada vez mais no país. Mesmo no cenário de crise (ou por conta dele) elas vêm obtendo lucro e expandindo sua rede. E você deve estar se perguntando: o que levam os pacientes a buscarem esse tipo de serviço? Como já foi dito, o sucesso desse modelo se deve ao fato da maior parte da população ter acesso aos serviços de saúde somente pelo SUS e ao fato do restante, que tem acesso ao serviço privado, não estar satisfeito com ele.

Uma notícia publicada no site IG aponta que sete em cada dez pessoas conseguem agendar uma consulta na rede pública somente para mais de 45 dias após a data de procura pelo atendimento. Além de revelar que, em média, 63% dos usuários não conseguem atendimento no SUS. A respeito dos serviços particulares, os dados mostram que as operadoras de planos de saúde foram alvo de mais de 100 mil queixas dos consumidores somente no ano de 2015. Essa má qualidade de prestação de serviços, tanto da rede pública quanto da privada, reflete diretamente no crescimento da busca pelas clínicas expressas. Vale apontar também que, além dos serviços prestados serem vantajosos para os pacientes, essas clínicas também apresentam vantagem aos médicos, que costumam receber seus honorários a cada 15 dias. Por isso, não há falta de médicos para prestação de serviços.

Portanto, a grande demanda e a boa disponibilidade de médicos costumam compensar os baixos valores cobrados pelas consultas e exames, fazendo com que as clínicas expressas sejam um bom investimento no ramo da medicina. Aproveite e confira o passo a passo para abrir seu consultório médico.

A MEDPLUS está sempre de olho nas tendências do mercado para trazer ótimas dicas para seu negócio, conte sempre com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *