Skip to main content

Como aplicar a ergonomia em sua clínica médica?

Como em qualquer outro ambiente de trabalho, a ergonomia nas clínicas médicas é um princípio fundamental para o bem-estar dos profissionais e, por consequência, impacta diretamente na produtividade da equipe e na satisfação dos pacientes. Por esse motivo, o gestor deve estar atento às regulamentações que se referem a ergonomia no trabalho e entender quais medidas deve priorizar para que ela seja aplicada corretamente na clínica.

Continue acompanhando este artigo e saiba mais detalhes sobre esse tema e como inserir essas normas em sua clínica!

Ergonomia: definição e importância

Ergonomia é uma disciplina que se ocupa da relação do trabalhador e seu ambiente laboral, de modo que este ambiente possibilite que o indivíduo realize suas atividades de forma segura e confortável, além de desenvolver mecanismos de proteção de acidentes e patologias específicas para cada função que podem até mesmo impossibilitar o exercício de suas tarefas.

Por meio dessas medidas, muitas vezes simples e que podem ser facilmente absorvidas pela equipe no dia a dia, a clínica protege seus funcionários de doenças causadas pelo esforço no ambiente de trabalho e diminui as chances de ter em seu quadro funcionários afastados.

A seguir, iremos apresentar alguns cuidados que podem ser inseridos na rotina dos profissionais para prevenir lesões e acidentes decorrentes do trabalho. Confira!

Como aplicar a ergonomia na clínica?

Normalmente, os cuidados que devem ser mantidos no ambiente de trabalho se referem às técnicas de ginástica laboral e a adaptação do ambiente para tornar a jornada do profissional segura, adequada e confortável, de acordo com a sua função.

Ginástica laboral

Estimule os profissionais a fazer pequenas pausas durante o período de trabalho e as aproveite para movimentar o corpo com pequenas caminhadas, alongamentos e movimentos específicos de músculos e tendões, além de descansar os olhos e o cérebro. Outros movimentos para aquecer músculos e tendões podem ser recomendados, mas é importante que sejam orientados por especialistas nessa modalidade de exercício.

Adequação do ambiente

Outro ponto fundamental para aplicar a ergonomia na clínica é se atentar ao ambiente em que os profissionais desempenham suas funções, que deve estar totalmente adaptado para o seu conforto e segurança.

Profissionais que trabalham sentados em frente ao computador devem ter à disposição cadeiras com encosto e altura ajustáveis para que a tela esteja exatamente na altura do rosto, sem que seja necessário esticar ou abaixar o pescoço, além de suporte para os pés e apoio confortável para os cotovelos, de maneira que estes permaneçam juntos ao corpo em um ângulo de 90º.

Para os profissionais que trabalham por muitas horas em pé, a clínica pode disponibilizar os bancos especiais chamados de semi-sentados, que oferecem um apoio para pernas e pés sem que a coluna seja sobrecarregada.

Além disso, é fundamental que a iluminação e temperatura também estejam adequadas para o trabalho, bem como a organização de móveis e espaços, que devem estar posicionados de forma que os trabalhadores possam ter fácil acesso aos materiais que necessitam e que possam transitar livremente pelo ambiente.

O Ministério do Trabalho e Emprego desenvolveu uma série de parâmetros que tratam da ergonomia em ambientes de trabalho, a Norma Regulamentadora nº17, que pode ser acessada através deste link.

Aplicar a ergonomia na clínica é fundamental para que os profissionais permaneçam saudáveis, seguros e dispostos no ambiente de trabalho, o que pode ser um fator decisivo para que a sua clínica tenha bons resultados.

A sua clínica está atenta a ergonomia e a prevenção de problemas de saúde de sua equipe decorrentes do esforço laboral? Quais medidas são tomadas? Deixe nos comentários!

Conte sempre com o MedPlus, seu software de gestão médica!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *