Confira 8 filmes que todo médico deveria assistir

Confira 8 filmes que todo médico deveria assistir

A indústria cinematográfica é bastante extensa de uma maneira geral, mas você sabia que existem diversos filmes que englobam a medicina? Muitos deles se baseiam em casos reais e acabam inspirando médicos e profissionais da saúde.

Pensando nisso, nós da MedPlus fizemos uma lista com filmes que todo médico deveria assistir. São histórias sobre pacientes e suas doenças, relacionamentos e maneiras de lidar com as diversas situações que fazem parte do cotidiano da área da saúde. Confira!

Patch Adams – O amor é contagioso (Patch Adams)

Neste filme estrelado por Robin Williams, o telespectador pode assistir uma história de um médico que optou por um modo mais humano de tratar seus pacientes e diversas doenças, isto é, tratando-as com amor e risadas.

Esta obra de 1998 se tornou um dos filmes da área da saúde mais conhecidos pelo público em geral justamente por se tratar de um médico, o Patch Adams, que encontrou um jeito de trabalhar com seus pacientes de uma maneira humanizada em um meio em que poucos são ou se permitem ser assim.

Clube de Compras Dallas (Dallas Buyers Club)

Visto como um filme polêmico, Clube de Compras Dallas se passa nos anos 1980, época em que a AIDS era conhecida como uma doença mortal e com poucas chances de tratamento. O personagem Ron Woodroof (Matthew McConaughey) enfrenta diversos obstáculos a fim de criar um tratamento alternativo para a doença. Para isso, faz uso de remédios ilegais e os traficava para que mais pessoas doentes pudessem ter acesso, já que os hospitais muitas vezes se negavam a atender estes pacientes.

Por conta de sua atuação excelente, McConaughey recebeu o Oscar de Melhor Ator.

Para Sempre Alice (Still Alice)

Para Sempre Alice trata sobre uma doença que muitas pessoas enfrentam ou já enfrentaram: o Alzheimer. Alice Howland (Julianne Moore) é uma professora de linguística em Harvard muito bem-sucedida, até que começa a perceber os sintomas da doença de forma precoce, ou seja, estando em uma idade inferior à que os médicos utilizam como base.

Esta obra apresenta ao público o modo como o Alzheimer toma conta rapidamente da vida do paciente e, por consequência, de sua família, ao abalar a vida e as relações dos pacientes.

Tempo de Despertar (Awakenings)

Também estrelado por Robin Williams, Tempo de Despertar é um filme que se passa no final dos anos 1960 e tem como tema o neurologista Malcolm Sayer. O personagem, que começa a trabalhar em um hospital psiquiátrico, descobre um novo possível tratamento para seus pacientes através da droga L-DOPA, acreditando ser a mais indicada para casos de pacientes catatônicos.

Porém, após diversos pacientes apresentarem sinais de melhora com este novo remédio, logo os efeitos colaterais aparecem, fazendo com que Sayer tenha que resolver o que fazer em relação às diversas questões éticas.

Mãos Talentosas – A História de Ben Carson (Gifted Hands: The Ben Carson Story)

Esta obra é inspirada em um caso real e tem como enredo central a vida do neurocirurgião Ben Carson (Cuba Gooding Jr.), que teve uma infância em meio à pobreza e por isso nunca acreditou que chegaria a se tornar um médico de fama mundial aos 33 anos.

Com muita sensibilidade e cenas marcantes, é uma história capaz de tocar seu público ao mostrar como Carson realiza cirurgias de alto risco ao trabalhar em casos raros da medicina, além de todos os seus processos pessoais de aceitação, desafios e como lida com questões de ética.

Contágio (Contagion)

Lançado em 2011 e dirigido por Steven Soderbergh, Contágio apresenta uma situação de caos mundial em que uma epidemia causada por um vírus de caráter letal transmitido pelo ar precisa ser controlada, já é capaz de matar a população em poucos dias.

Neste filme, uma equipe de médicos formada por profissionais de várias partes do mundo corre contra o tempo ao precisarem encontrar uma possível cura e uma forma de controlar o pânico geral, apresentando ações dos médicos em momentos de caos.

Rain Man – Encontro de Irmãos (Rain Man)

Ganhador do Oscar de Melhor Filme, Rain Man apresenta o autismo por meio de Raymond, um paciente recluso e com muita inteligência matemática (Dustin Hoffman). Seu irmão, Charlie (Tom Cruise), descobre que após a morte de seu pai, um alto valor de herança está no nome de Raymond, irmão este até então distante.

Charlie decide fazer uma viagem com seu irmão a fim de conseguir recuperar o dinheiro para si, mas é nesta situação que ele realmente vai entender como é o cotidiano de uma pessoa autista.

Filadélfia (Philadelphia)

Filadélfia é visto como um dos primeiros filmes sobre AIDS/HIV a se tornarem conhecidos no meio cinematográfico, já que foi lançado em 1993. Nele é apresentada a história de Andrew Beckett (Tom Hanks), um jovem advogado que é demitido após, seus chefes descobrirem que ele é homossexual e portador de HIV.

Assim, Beckett resolve contratar um outro advogado que o defenda, provando que a demissão foi apenas por conta de sua condição. Após vários negarem sua defesa, quem resolve assumir o caso é o advogado Joe Miller (Denzel Washington), que acaba se revelando homofóbico. Uma história emocionante se desenvolve após a união de pessoas tão opostas.

O que você achou da nossa lista? Já assistiu alguns dos filmes comentados? Gostaria de indicar algum que não esteja neste artigo? Deixe nos comentários!

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja saber mais sobre as nossas soluções? Clique aqui e solicite contato de um de nossos consultores.