Entenda o que é persona e como ela pode ajudar você a segmentar as ações de marketing de sua clínica

Entenda o que é persona e como ela pode ajudar você a segmentar as ações de marketing de sua clínica

Persona é o termo usado para um dos principais recursos utilizados no momento de elaborar uma boa estratégia de marketing para uma empresa, independente de qual área ela atue. É a persona que vai mostrar quem é o seu interlocutor específico, isto é, um olhar bem mais próximo do seu público-alvo, funcionando como um personagem semifictício que o ajuda a definir o cliente ideal que sua empresa está buscando.

A função da persona é, basicamente, a de direcionar o conteúdo feito da melhor forma para seus clientes, definindo gostos, preferências, conteúdos mais procurados e o canal que a pessoa mais acessa. Para elaborar a estrutura de sua persona é essencial que pesquisas de mercado e análises de dados sejam feitas.

Antes de tudo, é importante não confundir persona com público-alvo: a primeira tem características mais específicas e pessoais, enquanto o segundo é composto por informações demográficas e socioeconômicas mais genéricas, mais abrangentes.

Construindo a persona da sua empresa

A construção da persona é feita através de questionamentos com o objetivo de saber mais sobre o trabalho do cliente, sua empresa, seus objetivos pessoais e profissionais, sua maneira de se informar sobre determinado assunto, além de outros dados pessoais. Tais respostas podem ser obtidas de forma online – pesquisas na web e Google Analytics – ou of, por meio de pesquisas de atendimento.

Com as informações coletadas, a estrutura da persona deve ser feita como se fosse uma descrição em formato de narrativa, isto é, como se você estivesse contando quem é sua persona para um amigo ou alguém próximo.

Para exemplificar de uma maneira mais clara, preparamos um modelo de informações básicas que a construção de uma persona deve ter:

Nome: Flávia

Faixa etária: 20 a 45 anos

Profissão: advogada

Onda mora: Região Sudeste

Nível de escolaridade: Ensino Superior

Objetivos que quer alcançar: quer deixar de ser sedentária e precisa de acompanhamento médico

Como se informa: lê jornais digitais

Principais reclamações: clínicas que não a atendem bem e que cobram caro mesmo assim

A estrutura da persona que estamos usando como exemplo ficaria assim ao descrevê-la:

Flávia é uma advogada de 30 anos e mora na região sudeste do país. Gosta de estar sempre informada e por isso lê mais de um jornal digital todos os dias pela manhã. Em relação à sua saúde, ela se considerou sedentária por muitos anos e recentemente reconheceu que precisa mudar isso. Já foi em clínicas especializadas, mas não gostou do atendimento de delas nem do preço que pagou. Está à procura de um médico que atenda seus desejos e objetivos.

Como adaptar a persona para a sua clínica

Uma clínica tem a mesma estrutura de uma empresa e por isso está sendo cada vez mais comum a busca de como definir e estruturar uma persona para negócios da área da saúde. A clínica pode ter uma determinada especialidade ou ainda atender diversos campos e casos, de modo que é sempre importante saber quem e como são os clientes que frequentam esta clínica e, assim, poder construir uma melhor comunicação entre empresa e paciente.

Para estruturar a persona ideal para sua clínica, procure saber informações estratégicas sobre seus pacientes: quais são seus objetivos e reclamações? Estão buscando um tratamento de saúde específico ou desejam cuidar da saúde de modo geral? Essas são algumas das informações essenciais que precisam ser definidas, além da faixa etária, grau de instrução e faixa salarial.

A estratégia de marketing para a criação de persona ajuda a levar um conteúdo cada vez mais interessante para seus pacientes e assim gerar algo mais próximo de uma conversa, transmitindo uma mensagem que os atinja de forma mais assertiva, sabendo qual tipo de informação eles estão buscando.

Um erro muito comum é o de definir inúmeras personas para uma mesma empresa. Por isso, é preferível que no máximo três personas sejam criadas, mantendo o foco em quem realmente importa e está mais presente no cotidiano da clínica.

Conhecendo o perfil do paciente a partir dos dados coletados, a clínica sabe o que seu paciente busca e foca seus esforços de marketing para atraí-lo. Você já usa a criação de personas em sua clínica ou pretende implementar essa estratégia de marketing? Deixe seu comentário!

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja saber mais sobre as nossas soluções? Clique aqui e solicite contato de um de nossos consultores.