Horários alternativos de atendimento: vale a pena investir?

É muito comum nos depararmos com amigos, colegas e parentes que se queixam de problemas de saúde sem poder devidamente tratá-los, visto que seus compromissos do dia a dia os impossibilitam de irem a consultas médicas.

Justamente por contarem com responsabilidades que não podem ser deixadas de lado, muita gente acaba negligenciando sua saúde, sem nem perceber o grande risco que corre com a adoção desse tipo de atitude. Muitas clínicas, que começam a perceber esse tipo de comportamento, estão, aos poucos, adotando horários alternativos de atendimento, para que desta forma consigam dar conta dessa demanda que só tende a crescer.

Em vista disso, nós, do MedPlus, trouxemos algumas dicas e informações para que você e sua clínica saibam se é viável (ou não) para sua empresa a adoção de horários alternativos de atendimento ao público. Confira!

Haverá procura?

É importante que, para o processo de adoção de horários alternativos de atendimento, seja pensado e planejado se essa postura está sendo tomada devido à grande demanda de pacientes. Para a implementação de um atendimento rentável em novos horários, é necessário que haja pacientes suficientes que não só custeiem essas novas atividades, como também as deixem rentáveis.

Para isso, é fundamental que a clínica faça análises dos atuais horários que mostram grande números de agendamento para que, deste modo, consiga melhor planejar e estabelecer quais serão os novos horários à serem abertos.

Além disso, fazer uma pesquisa entre os atuais pacientes de sua clínica sobre o interesse em abertura de novos horários de atendimento, contribuirá para que sua instituição se situe acerca da demanda e rentabilidade desses horários alternativos.

Há estrutura para o atendimento?

Para que os atendimentos nos horários alternativos de fato aconteçam, é necessário que a instituição articule algumas tarefas e necessidades que deem conta do funcionamento comum da clínica, como:

  • Disponibilização de funcionários: para o atendimento é necessário que todos os funcionários essenciais para o funcionamento do estabelecimento – mesmo que em um contingente reduzido – estejam presentes e prontos para atender essa nova demanda da clínica.
  • Custear os gastos: manter a clínica em funcionamento em horários alternativos resulta em novos gastos, os quais devem ser custeados pelo contingente de pacientes atendidos nestes horários. Luz, água, utilização de equipamentos, pagamentos dos funcionários, entre outros custos, devem ser levados em conta.

O importante é que essa nova adoção de horário seja devidamente planejada e articulada, de forma que a clínica consiga perceber se essa decisão é saudável ou não para o andamento empresarial da instituição. Planeje, prepare-se e defina.

Faça um teste

Quer ter a vivência de como se daria os horários alternativos de atendimento de forma concreta e real? Gradualmente, estabeleça dias e horários, nos quais esses novos atendimentos irão ocorrer. Divulgue para todos seus pacientes internos, assim como para um novo público que possa demonstrar interesse, esses novos horários de atendimento.

Assim sendo, você e sua clínica conseguem vivenciar como essas atividades ocorreriam e de que maneira sua clínica terá que lidar com essa nova demanda.

O fundamental em todo esse processo é que o planejamento e análise de seus objetivos estejam sempre em pauta e no meio do desenvolvimento de seus projetos.

E então, pensando em adotar horários alternativos de atendimento em sua clínica? Já está aplicando? Conte-nos sobre sua experiência nos comentários.

O MedPlus é um Software de Gestão Médica que se preocupa com todas as esferas da sua clínica. Conte sempre com a gente!

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja saber mais sobre as nossas soluções? Clique aqui e solicite contato de um de nossos consultores.