Skip to main content
Machine Learning conheça esse método e as vantagens que ele traz para a área da saúde

Machine Learning: conheça esse método e as vantagens que ele traz para a área da saúde

Machine learning, ou aprendizado de máquina, é um produto da inteligência artificial que possibilita a programação de máquinas através de algoritmos capazes de aprender de forma independente, atribuindo novos dados e significados a partir de cálculos anteriores. Dessa forma, essas máquinas conseguem realizar previsões, gerar insights sobre qualquer tema e ainda otimizar seu próprio funcionamento.

Como as máquinas aprendem?

Para que possam identificar padrões entre as informações para, assim, serem capazes de predizer comportamentos ou executar tarefas, foram criados algoritmos a partir de análises estatísticas e um imenso volume de dados. Esses cálculos reconhecem padrões anteriores e, a partir deles, adquirem a habilidade de formular novas respostas de forma precisa, oferendo um resultado preditivo com chances mínimas de erro.

Esse processo de aprendizado pode ser separado em duas categorias principais: supervisionada e não supervisionada.

Os algoritmos supervisionados são diretamente impactados pela interação humana, que controla o input de dados no sistema e interfere em seu desempenho por meio de comentários a respeito da precisão das previsões realizadas. Normalmente, este método é utilizado para que os dados passados predigam possíveis acontecimentos futuros, como pode ocorrer em operações fraudulentas envolvendo cartões de crédito, por exemplo.

Os algoritmos não supervisionados utilizam uma outra vertente da inteligência artificial, o deep learning, para adquirir e produzir conhecimento, processando tarefas mais complexas sem que exista qualquer envolvimento humano. Nesse caso, os algoritmos não possuem dados históricos como referência e estão programados para encontrar estruturas padrão em um volume de dados sem qualquer tipo de tratamento.

Esse conceito é aplicado, por exemplo, em segmentação de clientes em campanhas de marketing (para descobrir quais perfis de cliente podem ser impactados de forma semelhante), ou recomendação de textos, vídeos, músicas ou livros em sites ou plataformas de streaming como Netflix e Spotify.

Existem ainda outras categorias de aprendizado, como o semi supervisionado, que utiliza dados não rotulados (ou não tratados para influenciar a plataforma), e dados rotulados e marcados para o treinamento da máquina; e o aprendizado por reforço, muito utilizado para robótica ou navegação, descobrindo por meio de tentativa e erro quais ações tem maiores chances de obter sucesso.

Qual o impacto do machine learning para a área da saúde?

O machine learning, ainda que não seja uma tecnologia tão recente, nos últimos anos tem se tornado cada vez mais comum em diversas áreas do cotidiano. No segmento da saúde, embora tenha aplicação ainda incipiente, já tem mostrado que todo o investimento destinado ao aperfeiçoamento de sistemas como esse terão um retorno importantíssimo na prevenção de doenças.

Assim como o algoritmo é capaz de recomendar conteúdos por meio de dados fornecidos pelos usuários, também será possível uma fazer uma previsão de diversas informações e padrões médicos que serão baseados no universo de dados fornecidos pelos pacientes. Ele poderá prever, com boa precisão, os riscos de epidemias em determinadas áreas, a eficácia de medicamentos e até mesmo prevenir doenças em pacientes de forma individual.

Para clínicas, hospitais e convênios médicos, as vantagens em aplicar o machine learning em suas operações serão, além da precisão do diagnóstico, uma sensível economia de recursos – considerando que os custos com prevenção são consideravelmente menores do que o tratamento de uma doença já instalada.

Dessa forma, será possível utilizar todo o volume de dados colhidos dos pacientes durante sua passagem pelo estabelecimento de saúde e cruzar essas informações com o imenso inventário de conteúdos médicos publicados. Como resultado, poderemos diagnosticar doenças antes que qualquer sintoma se manifeste, aumentando a efetividade do tratamento e diminuindo a mortalidade de pacientes.

Queremos saber sua opinião! O que você acha do machine learning? Quais outros benefícios você espera que as tecnologias que utilizam inteligência artificial tragam para sua clínica? Conte pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *