Skip to main content
Particular ou convênio qual é o melhor tipo de paciente

Particular ou convênio: qual é o melhor tipo de paciente?

Um gestor de clínica precisa estar sempre atento em sua gestão financeira, algo que está diretamente relacionado à origem do paciente que é atendido em seu consultório. E em diversos casos, ele não sabe ao certo o que é melhor para a sua rentabilidade entre paciente particular e paciente de convênio.

Assim, o profissional da saúde precisa de tempos em tempos fazer a avaliação de qual das opções possui mais benefícios para a clínica e o que é melhor para as suas finanças.

Confira a seguir vantagens e desvantagens de pacientes provenientes de convênios médicos e 09particulares.

Paciente de convênio

Ao ter convênios credenciados, o médico consegue atrair uma base maior de clientes para a sua clínica, conseguindo um alto número de pacientes em seu horário de atendimento. Além disso, ele tem mais oportunidades de colocar seu nome no mercado da área da saúde, construindo renome tanto para si quanto para a clínica na qual trabalha. Essa vantagem é muito considerada por profissionais em início de carreira, já que ainda não têm clientes fidelizados.

Porém, com o convênio a clínica pode receber menos pelo valor de cada consulta, além de precisar lidar com uma série de burocracias por conta dos contratos e processos administrativos entre clínica e operadora de saúde – um ponto visto como negativo por muitos médicos e profissionais da área.

Paciente particular

O paciente particular costuma ser a grande preferência de muitos médicos por diversos motivos, entre eles o fato de que o atendimento particular pode ser mais rentável para a clínica e a isenção de burocracias relacionadas a documentos e comprovantes.

O fator negativo de optar apenas por pacientes particulares é que o número de consultas, muitas vezes, acaba sendo menor do que a demanda trazida pelo convênio, resultando em um número inferior de atendimentos  – o que pode impactar a rentabilidade da clínica.

Nesse caso, para que a saúde financeira não seja afetada, é preciso que o médico seja significativamente conhecido em sua área de especialização, de forma que esteja sempre com pacientes novos e/ou fidelizados.

Atenção para os direitos do consumidor

Não disponibilizar horários de consulta para pacientes provenientes de convênio – ainda que a clínica, a princípio, atenda a esse público – é uma medida que está em desacordo com os direitos do consumidor e pode gerar denúncias e punições para o estabelecimento de saúde. Fique atento a essa questão!

O gestor deve saber avaliar qual perfil de paciente é o melhor público para a sua clínica, considerando as diversas vantagens e desvantagens de cada um. No entanto, recomenda-se que haja um equilíbrio entre ambos para que a renda da clínica permaneça estável.

Qual é o tipo de paciente que a sua clínica recebe com mais frequência? Deixe o seu comentário nos contando a sua experiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *