Dicas para enfrentar a crise econômica

Por MedPlus em 15 de outubro de 2015.

Os noticiários não deixam dúvida: o Brasil passa por uma séria crise econômica. Mesmo que em graus distintos, tal clima de instabilidade afeta a todos os setores da economia, o que exige preparo e planejamento para não comprometer os negócios, e isso vale também para o setor da saúde.

Clínicas, hospitais e planos de saúde perceberão, ou já estão percebendo as adversidades de formas distintas, mas algumas medidas básicas podem ser úteis a qualquer ramo. A primeira delas é exatamente evitar o desespero.

Dramatizar algo que já está ruim não ajuda em nada. O momento é de pensar e agir, e contar com o apoio da equipe pode ser de grande ajuda, por isso é importante que todos estejam comprometidos.

Quanto as medidas práticas, é importante avaliar custos e cortar o que for desnecessário. Para quem está começando, a crise pode afetar a capacidade de investir. Nesses casos, busque formas alternativas de investimento, sem necessariamente ter de recorrer a um empréstimo bancário.

Se houver dívidas, agora é um bom momento para negociá-las com credores e fornecedores. Pagar tudo de uma vez não é necessariamente uma boa ideia, mesmo que haja recursos para tanto. Você pode conseguir condições muito favoráveis, dependendo de sua capacidade de relacionamento.

No mais, seja criativo, encare a fase como uma oportunidade para sair mais fortalecido. Dialogue, exponha a situação, esteja aberto ao que suas equipes tem a dizer e procure não colocar barreiras a mudanças necessárias.

MedPlus