O desafio de engajar o paciente

Por MedPlus em 07 de janeiro de 2016.

A saúde é o bem mais precioso de uma pessoa, mas quem trabalha em consultórios, clínicas e hospitais sabe que é grande o número de pessoas que não se dá conta disso.

Se não bastassem os poucos esforços individuais de prevenir doenças, muitas pessoas sequer levam à risca seus tratamentos, tornando o engajamento um dos grandes desafios não somente para o profissional de saúde, mas também para o sistema de saúde.

O desleixo e o abandono do tratamento não geram prejuízo somente para pacientes; também gera custos para quem tem a responsabilidade de promover a saúde, como os planos e governos, que inclusive buscam maneiras de reduzir o problema.

Ações individuais por parte das clínicas e hospitais tem sua eficácia, porém, a inversão do quadro é algo complexo, que envolve todos os atores envolvidos, do médico aos familiares.

Os planos podem participar desenvolvendo campanhas que estimulem os usuários a serem disciplinados, e fornecer aos médicos ferramentas que auxiliem o acompanhamento e a melhoria dos tratamentos.

Quanto aos médicos, uma das alternativas é criar ou aperfeiçoar canais de comunicação com os pacientes, sobretudo de doenças crônicas, pelos quais se pode compartilhar informações úteis para o tratamento e a manutenção da qualidade de vida.

A internet, as redes sociais, e os softwares de gestão, como o MedPlus, são grandes aliados nessa tarefa. Com a ajuda de softwares, por exemplo, também é possível enviar lembretes, como o retorno as consultas, manutenção de medicamentos, exames, entre outros. Tais medidas não ajudarão apenas no engajamento, mas também na fidelização do paciente.

MedPlus