Uma gestão eficiente reduz 30% dos custos em clínicas médicas

Você sabia que uma gestão eficiente é capaz de reduzir em até 30% dos custos em clínicas e hospitais? Veja como a MedPlus pode te ajudar com isso!

Por Thais Geron em 17 de janeiro de 2017.

 

Não há dúvidas que uma gestão eficiente dos processos faz com que a desenvoltura de todas as atividades tenha uma fluidez e uma assertividade mais intensa.

É exatamente por esse motivo que nós, da MedPlus, temos a grande preocupação há 18 anos em desenvolver softwares ERP que ajudem consultórios médicos a desenvolver melhor todas as suas atividades.

Sabemos que os custos com medicações, material de higiene e itens de procedimento hospitalares são bastante elevados, principalmente, em locais que atendem uma grande quantidade de pacientes por dia.

  • Então, como fazer para saber o que ainda tem em estoque e o que precisa ser comprovando com rapidez e agilidade?

Essa é a grande questão de 67% das clínicas que ainda não utilizam um programa de gestão e preferem manter o controle manual de medicamentos e itens descartáveis, mas será que esse controle é realmente eficiente?

Será que você não está tendo custos mais elevados por conta dessa prática?

É o que nós, da MedPlus, queremos mostrar para você!

Venha descobrir como economizar, ao menos, 30% da sua receita de uma forma bem prática e simples.

Nós podemos te ajudar!

Qual é a melhor forma de reduzir os gastos?

A melhor maneira de ter uma redução de gastos significativa em seus negócios é ter o controle do fluxo de utilização dos medicamentos e insumos necessários para todos os pacientes e procedimentos.

Com um fluxo grande de atendimento, chega a ser ultrapassado a utilização do controle manual ou, até mesmo, por prontuário de papel, que muitas vezes acaba se perdendo em alguma parte do processo ou, então, leva muito tempo para ser atualizado no sistema.

O que a MedPlus lhe sugere é a utilização de um sistema de gestão hospitalar que, certamente, irá diminuir seus custos em até 30%.

Aí você deve querer nos questionar:

  • “Mas como isso pode fazer essa redução?”

Basta pensar que qualquer material, medicamento ou insumo de sua clínica ou hospital será atualizada automaticamente no sistema, evitando o desperdício ou a compra sem a necessidade, entende?

É claro que o programa sozinho não irá fazer milagre, é preciso que seja acompanhado de perto por uma gestão de qualidade, mas podemos lhe garantir que não há qualquer dificuldade em sua utilização.

O hospital do Centro Universitário São Camilo já faz a utilização de um software de gestão interna há um bom tempo e, com isso, pode provar que o que estamos falando é a mais pura verdade…

O que fala quem já usa um software de gestão?

Rogério Medeiros, um dos representantes da área de gestão do Hospital São Camilo afirma que ter um software de gestão fez com que, em muito pouco tempo, o hospital conseguisse economizar, aplicando esses recursos em locais dos quais haviam uma maior necessidade.

Ele continua dizendo que para começar a ver os resultados, será necessário cadastrar todo o estoque atual, pois só assim será possível ter um controle exato e preciso do que ainda existe dentro de estoque.

Muitos vão achar que são detalhes desnecessários demais, no entanto é fundamental para locais que pretendem reduzir custos.

Um controle de estoque eficiente irá ajudar a:

  • Identificar quando um medicamento está para vencer e, por isso, não pode ser mais utilizado ou prescrito para um paciente;
  • Quando um tipo de medicação parou de ser receitada pela troca de procedimento ou, até mesmo, pela troca de médico que não trabalha mais com aquela linha de tratamento;
  • Te mostrará em tempo real quando os itens estiverem abaixo do nível desejável, representando risco de não ter para a utilização em pacientes;
  • Te dará uma relatório claro de quantidades, ou seja, você conseguirá visualizar corretamente o fluxo de utilização, a quantidade de saída e, até mesmo, notar quais são os que estão “sobrando”.

Com todas essas informações mencionadas, ficará muito mais claro entender o comportamento de seus insumos e, com isso, cortar despesas dos locais que estejam com sobra de orçamento. Ao mesmo tempo, você pode aplicar em outros setores que apresentam necessidade, mas estavam sofrendo pela não visualização da mesma.

O ideal para toda clínica ou hospital é que ela procure sempre trabalhar com o menor estoque possível, não apenas por questão de custos, mas também para que ela possa oferecer sempre uma melhor qualidade aos seus pacientes.

Quando temos um estoque enxuto, porém controlado é muito mais simples prever as perdas, os itens que têm menor saída e, até mesmo, programar uma necessidade repentina para algumas épocas do ano. Por exemplo, em épocas de verão ou inverno, onde algumas doenças pré-existentes do período aparecem com maior frequência.

Com esse controle em mãos, fica muito mais fácil fechar contratos com fornecedores que se adéquem perfeitamente à sua demanda, com pagamentos de acordo com a sua necessidade e com os procedimentos que serão executados ao longo dos meses.

Visualizando essa questão a longo prazo, um software ERP pode te ajudar a identificar quais são os meses que você precisará de um volume maior de medicamentos, já que terá uma quantidade de cirurgias ou procedimentos maior que o normal, por exemplo, logo ele te dará a indicação que haverá a necessidade de aquisição de mais medicamentos, gases e etc.

Enfim, podemos lhe garantir que a utilização só irá trazer benefícios à sua clínica, hospital ou consultório.

Se você ainda tem dúvida ou quer conhecer melhor como funciona o nosso sistema de gestão, teremos o maior prazer em te mostrar.

Entre em contato com a MedPlus que enviaremos um de nossos representantes até você.

Estamos à disposição para esclarecer qualquer dúvida!

 

Thais Geron

Gerente de Produto
Administradora especialista em Informática em Saúde, com 16 anos de experiência na MedPlus e na área médica.