Mamografia eleva índices de cura a 95%

Por MedPlus em 23 de fevereiro de 2016.

O mês de fevereiro é marcado pela comemoração do dia do mastologista e do exame de mamografia. Complementares, o profissional e o exame são responsáveis por salvar a vida de muitas mulheres e a importância da prevenção nunca deve ser esquecida.

Recentemente uma pesquisa do IBGE, revelou que 40% das mulheres brasileiras, com idade entre 50 a 69 anos não fazem a mamografia. O índice de adesão ao exame considerado ideal pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que pelo menos 70% das mulheres nesta faixa etária realizem o exame anualmente.

O câncer de mama ainda é o que mais mata mulheres no Brasil e os dados divulgados pelo Instituto do Câncer (Inca) apontam taxas ainda continuam muito elevadas de mortalidade no país.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia a mamografia é o único exame que pode reduzir a mortalidade pela doença. Os índices de cura quando diagnosticados precocemente chegam a até 95%.

MedPlus