Planejamento financeiro para clínicas em tempos difíceis

Descubra porque é importante ter um planejamento financeiro em sua clínica e porque ele pode salvar seu negócio em tempos difíceis.

Por Patricia Oliveira em 09 de setembro de 2020.

O planejamento financeiro de clínicas médicas é frequentemente comparado ao cuidado com os próprios pacientes. Assim como cuidar da saúde das pessoas, em paralelo, é necessário ter atenção à saúde do negócio para garantir que este continue funcionando plenamente. 

Com a chegada do coronavírus, os negócios que não tinham nenhum tipo de planejamento acabaram sofrendo muito mais com os impactos econômicos da pandemia.

Especificamente no caso da pandemia do novo coronavírus, hospitais, clínicas e consultórios se tornaram um local evitado por muitas pessoas. 

A procura por assistência médica acabou se dando basicamente apenas em casos de emergência. Além disso, é necessário levar em consideração que muitas famílias estão passando por dificuldades financeiras atualmente, e o impacto disso na busca por serviço médico particular também é expressivo.

Com esse cenário instaurado, apenas as clínicas que tinham um planejamento de finanças consistente conseguiram minimizar os impactos e resistir aos tempos que se seguiram. 

No post de hoje você saberá qual a importância, os benefícios, bem como alguns aspectos relevantes a se pensar quando for fazer o planejamento financeiro da sua clínica. Confira!

Como um planejamento financeiro pode me ajudar?

Planejamento financeiro em tempos de crise | MedPlus

Todos os gestores de clínicas médicas, ao abrirem seus negócios, conhecem ao menos o básico sobre a administração do seu empreendimento. Ainda assim, tais conhecimentos podem não ser suficientes para ajudar sua clínica em um momento economicamente frágil, o que pode custar muito caro.

Um planejamento financeiro é uma estratégia importante que, antes de mais nada, vai garantir segurança financeira para sua clínica em todos os momentos. É esse plano que vai fazer com que as contas fechem todo mês e a boa aplicação do lucro, que se reverterá para o crescimento da empresa. 

Cuidar das despesas, o dinheiro que entra e o que sai, quanto e como deve ser investido. Questões como essas podem parecer banais e uma tarefa fácil a princípio. Mas quando se tem um negócio não se demora muito para descobrir que não é bem assim. 

Os gastos cotidianos, por exemplo, são mais difíceis de serem controlados e, se não forem bem gerenciados, podem desequilibrar todo o seu balanço financeiro no final do mês. Além do mais, contas a receber e a pagar sempre merecem uma atenção especial. São diversos fornecedores, mais as contas básicas como água, luz, internet. Um lapso de atenção pode custar caro.

São problemas desde os mais básicos até os mais complexos que o planejamento financeiro deve dar conta. Se feito corretamente, pode inclusive evitar endividamentos que podem ser fatais para o seu negócio, levando ao fechamento da clínica ou consultório. E mais do que evitar prejuízos, um bom planejamento é capaz de aumentar o lucro, uma vez que diminui gastos desnecessários.

Além de tudo isso, o planejamento financeiro ajudará a estabelecer metas e objetivos para a sua empresa, bem como tornar mais fácil traçar um plano de negócio para aprimorar os serviços da sua clínica e melhorar seus resultados.

Benefícios como esses são desejados por todo gestor. Mas você sabe como fazer para ter um bom plano financeiro para sua clínica? A seguir trazemos alguns pontos e ideias fundamentais para te ajudar.

Trabalhe com pessoas de confiança

Apesar de caber ao gestor as decisões do planejamento, é necessário entender que é muito difícil trabalhar sozinho toda a administração financeira da clínica. Por isso é muito recomendado que se busque um contador ou um escritório de contabilidade capacitado para auxiliar nesta tarefa.

O contador é um profissional com muito mais conhecimentos sobre gestão financeira, que com certeza agregará muito ao planejamento financeiro, bem como ajudará a manter o controle das finanças juntamente com o gestor. Justamente por isso é necessário ter, além de alguém tecnicamente capacitado, um profissional comprometido e de confiança para ajudar nessa tarefa. 

Apesar do que pode parecer, isso vai além de motivos como desconfianças de qualquer natureza. Quando o assunto é dinheiro, é muito importante que a comunicação seja aberta e franca, e isso fica muito mais fácil quando se trabalha com alguém que se tem laços de confiança.

Junto a uma boa comunicação, também é importante que o contato entre o gestor e o financeiro seja frequente. Há casos de gestores que só falam com os responsáveis pela contabilidade ao fechar o mês. Isso é um erro. 

É importante que o gestor acompanhe continuamente e tenha total ciência sobre o que está acontecendo com as finanças da clínica. Além de ajudar na construção e manutenção do planejamento, é uma oportunidade de se aprender mais sobre gestão financeira, o que será proveitoso para a clínica de modo geral.

Mantenha o controle do que é gasto no dia a dia

Como dissemos previamente, são os gastos diários, embutidos na rotina, que de pouco em pouco vão agregando custos ao balanço final. Sendo assim, é muito importante prever no planejamento quanto é gasto diariamente na clínica e quais são esses gastos. Absolutamente tudo conta, desde o material médico de exames, materiais gráficos, até o cafezinho.

Com tudo isso devidamente tabulado é possível manter maior controle sobre para onde está indo o dinheiro da clínica. 

Além disso, uma visão mais ampla das despesas pode ajudar a enxergar se há custos que podem ser cortados ou diminuídos. É mais economia para a sua clínica, que se reverte em mais crescimento para o seu negócio.

Saiba mais sobre esse assunto lendo: Por que é tão importante controlar os custos de sua clínica?

Tenha alternativas para contornar imprevistos

Planejamento financeiro em tempos de crise | MedPlus

Imprevistos podem acontecer a qualquer momento. Eles podem ser de menor escala, como um equipamento que quebra e precisa de conserto ou reposição, ou de maior escala, como uma pandemia que se desdobre em uma crise econômica, afetando milhares de famílias. 

Seja como for, sua clínica médica precisa ter uma garantia de sustento durante períodos difíceis, no mínimo alguns meses.

Quando se abre um negócio, é comum agregarmos no capital inicial uma quantia destinada à manutenção do empreendimento por alguns meses, até que ele já esteja estabelecido no mercado e faturando o suficiente para se sustentar. 

Quando o negócio estiver maduro é importante se preocupar novamente com isso e fazer uma reserva de dinheiro para momentos de dificuldade, ou para cobrir a inadimplência de pacientes

É essa reserva que salvará o pescoço da clínica se, por algum motivo, o faturamento começar a cair ou você tiver que arcar com alguma grande despesa de uma única vez.

Saiba utilizar seus recursos de crédito

Muitos gestores, sobretudo sem muita informação sobre o assunto, não sabem da possibilidade de se utilizar um cartão de crédito em nome de uma pessoa jurídica. 

Pagar as contas do consultório no crédito é inclusive recomendado em determinados casos. Quando isso acontece é quase como um respiro a mais para as finanças da clínica.

De todo modo, é necessário estar atento ao limite do cartão e respeitá-lo. Uma das piores decisões possíveis é ultrapassar o limite do cartão de crédito da pessoa jurídica. 

Pior ainda é usar o cheque especial. Os juros cobrados em cima dessas dívidas são muito altos e com certeza causarão ainda mais prejuízo ao invés de ajudar sua clínica em um momento difícil.

Conte com as ferramentas certas para te ajudar

Nessa missão de organizar e planejar o financeiro da sua clínica médica não precisa ser apenas você, seu contador e uma planilha. Mas existem uma série de ferramentas que serão muito mais eficazes para o controle financeiro.

Entre os diversos benefícios está o auxílio que algumas ferramentas tecnológicas oferecem para descomplicar processos que normalmente são muito burocráticos. Além disso, elas proporcionam uma visão mais ampla do status financeiro geral do negócio, possibilitando tomadas de decisões que gerem uma economia significativa de gastos.

A ferramenta ideal para uma gestão financeira completa e efetiva é um sistema de gestão. Ele permite que tudo seja feito automaticamente.

Só é necessário que alguém alimente adequadamente o sistema com as informações e o software faz todo o resto. Isso aumenta a produtividade da sua equipe e abre tempo na sua clínica para realizar sua missão principal: cuidar dos pacientes.

O software de gestão de clínicas da MedPlus, por exemplo, é uma opção muito completa e possui ferramentas específicas para gestão financeira. Com elas é possível gerenciar desde o fluxo de caixa até materiais e estoque. Além disso, ele gera relatórios completos que auxiliam na tomada de decisões.

Por ser um software de gestão integrado, ele abrange todos os setores da empresa e ainda armazena todos os dados de forma extremamente segura em um sistema de nuvem. Sendo assim, todas as informações ficam à sua disposição sempre que desejar.

Conclusão

Com esse post certamente ficou mais claro a importância de um planejamento financeiro para sua clínica médica. Ele não só vai facilitar o cotidiano do seu negócio, como também irá assegurar que ele continue funcionando mesmo em tempos difíceis.

Gestão e planejamento financeiro são temas muito importantes para quem quer fazer uma administração inteligente de sua clínica média. Quer mais dicas para que isso se faça possível em sua clínica médica? Então confira nosso eBook:

Patricia Oliveira

Gerente Comercial
Formada em Administração, com mais de 8 anos de experiência na área da saúde, atua na MedPlus há 5 Anos.