As grandes tendências da medicina para 2021

Conheça as tendências para 2021 a gestão de clínicas e consultórios médicos e esteja preparado para ter sucesso no próximo ano!

Por Thais Geron em 24 de novembro de 2020.

A tecnologia ganha cada vez mais espaço na vida das pessoas. Essa é uma realidade que se afirma a cada ano que passa, e 2020 trouxe ainda mais protagonismo para isso. 

Pessoas ao redor de todo o mundo passaram a usar aplicativos que substituem táxis e até mesmo bancos – em poucos cliques é possível conseguir o que se precisa apenas usando o smartphone. 

E o setor da saúde não ficou de fora dessa nova realidade. Afinal, a pandemia resultou no aumento da utilização de ferramentas digitais para aproximar médicos e pacientes. 

Os atendimentos que antes eram apenas presenciais, passaram a ser feitos através da telemedicina. Agendamentos online passaram a ser cada vez mais comuns, sendo uma forma de oferecer mais comodidade aos pacientes. 

Neste artigo você encontrará informações sobre: 

  • Clínicas médicas mais digitais
  • Prepare-se para a LGPD
  • Teleconsultas e atendimentos híbridos
  • Presença digital no Google.

Continue sua leitura e descubra como estas tendências terão de fazer parte da sua gestão médica em 2021 e como realizar esta adaptação: 

Tornar sua clínica mais digital é uma necessidade 

Clínicas médicas em 2021 devem ser mais digitais. Isso é uma tendência que vem se tornando uma necessidade dentro do setor da saúde, principalmente levando em conta que seus pacientes estão muito conectados com o universo online. 

Isso significa que toda a sua gestão médica precisa contar com ferramentas digitais como: prescrição digital, prontuário eletrônico, assinatura digital e muito mais. 

O ideal mesmo é que seja realizada uma migração completa do papel para um sistema online que tenha todas estas ferramentas somadas a uma solução que permita que sua gestão financeira e administrativa fique concentrada em um mesmo lugar. 

O atendimento ao paciente, feito através de ferramentas como a prescrição e o prontuário em suas versões digitais, mostra mais profissionalismo. O que é ótimo para desenvolver uma experiência mais positiva aos olhos do seu público.

Mas não é só isso, se tornar mais digital também é importante quando se leva em conta a LGPD!

Esteja preparado para a LGPD

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) impacta diretamente clínicas e consultórios médicos. Ela traz sanções administrativas para quem desrespeitar as regras de tratamento de dados de sua clínica e principalmente de seus pacientes.

Segundo a Lei 14.010/20, as sanções da LGPD entram em vigor a partir de 1º de agosto de 2021. E esta adaptação se faz essencial para evitar que o oftalmologista acabe lidando com problemas por não respeitar a lei.

As punições para quem não seguir as diretrizes podem chegar a até 2% do faturamento da sua clínica, tendo um limite de 50 milhões de reais para o valor desta multa.

Para evitar que você lide com problemas dessa natureza, causando furos sérios em suas finanças, vamos a algumas dicas para preparar sua clínica para a LGPD em 2021:

  • Realize um rastreamento dos dados armazenados pela sua clínica, averiguando o que está em arquivos físicos e arquivos online;
  • Tenha o consentimento dos seus pacientes para armazenar seus dados, seja no formato online ou físico;
  • Revise com cuidado a maneira como os dados de adolescentes e crianças são abordados em seus arquivos;
  • Diminua ao máximo o número de arquivos impressos na sua gestão;
  • Conte com um software de gestão seguro e que esteja adequado às diretrizes da LGPD para armazenar os dados da sua clínica e de seus pacientes.

Saiba mais sobre o assunto lendo: 4 dúvidas esclarecidas sobre a LGPD nas clínicas médicas

Teleconsultas e atendimentos híbridos

As grandes tendências da medicina para 2021 | MedPlu

Devido a situação causada pela pandemia de coronavírus, a telemedicina passou a ser regulamentada e utilizada em diversas clínicas e consultórios médicos. E isso não é algo passageiro, esta tendência irá permanecer em 2021 e nos próximos anos também.

Levando em conta o fato de que seus pacientes são digitais, fica fácil perceber que eles terão uma adaptação muito fácil ao contar com esta opção.

Para pacientes que não podem se deslocar o tempo todo até sua clínica para fazer um acompanhamento mais cuidadoso do seu caso, a telemedicina se torna essencial. 

Ela pode ser usada em sua clínica principalmente de 3 maneiras: 

1- Teleorientação: é uma espécie de atendimento médico a distância mais simples do que a teleconsulta. A teleorientação não é feita para realizar um diagnóstico, mas  sim para tirar dúvidas de seus pacientes ou orientar sobre o tratamento dele. 

2- Teletriagem: busca avaliar os sintomas do paciente, saber se ele precisa de uma consulta e adiantar o conhecimento do médico a respeito da situação dele. Assim é possível saber se o atendimento é uma emergência, ou até mesmo se ele deve ser encaminhado para um profissional de outra especialidade. 

3- Teleconsulta: é uma maneira de realizar uma consulta à distância com o paciente, onde quer que ele esteja. Através da teleconsulta pode-se diagnosticar doenças e até prescrever remédios.

Vale destacar que a telemedicina permite que sua clínica ofereça o atendimento híbrido. 

Teleconsulta: o que é e quais os benefícios para a sua clínica | MedPlus

O atendimento híbrido é uma grande tendência na saúde pois tira proveito das vantagens do atendimento presencial e do atendimento online. 

Primeiras consultas e atendimentos que necessitam de um diagnóstico, podem ser feitas através do atendimento presencial, como de costume.

Já consultas de retorno ou de acompanhamento, podem ser feitas através da telemedicina. 

Você possui dúvidas ainda sobre LGPD e telemedicina no âmbito jurídico? Então confira um eBook sobre o assunto com as principais dúvidas respondidas por uma especialista no assunto: 

9 principais dúvidas sobre a segurança jurídica da telemedicina: respondidas pela Dra. Sandra Franco

A presença digital da sua clínica médica no Google

O Google passou a ser a fonte de pesquisas dos mais diversos tipos de informação nos últimos anos, e uma das coisas mais pesquisadas na ferramenta são sintomas e possíveis causas. 

Falamos constantemente aqui no blog da MedPlus sobre presença digital em redes sociais como Instagram e Facebook. Isso é essencial! Porém é hora de adicionar mais um fator ao seu marketing digital: ter um site e até mesmo um blog.

Vamos a um exemplo prático de como isso é importante para a visibilidade e o ganho de autoridade da sua clínica perante o seu público: 

Pedro mora perto da sua clínica e está a procura de um médico da sua especialidade. Ele procura por clínicas a sua volta e encontra você, médico, cadastrado no Google Meu Negócio. 

Neste momento, Pedro irá procurar descobrir sua localização e procurar por mais dados ao seu respeito. 

Tendo um site médico de sucesso, este paciente irá encontrar mais informações sobre o profissional da clínica e o trabalho desenvolvido. Isso irá mostrar para Pedro todo o profissionalismo de sua clínica. Com isso, Pedro irá se sentir seguro em agendar uma consulta com você! 

Agora vamos a outro cenário que pode te mostrar como um blog é importante para o seu negócio: 

Maria percebe que tem dor de cabeça frequentemente e acaba pesquisando no Google sobre as possíveis causas desse desconforto. Dentre os resultados da pesquisa no Google, ela encontra um post feito pela sua clínica falando sobre o problema. 

Neste momento, Maria irá perceber que o profissional da saúde é autoridade e entende sobre o assunto. Caso ela sinta que é hora de agendar uma consulta, a probabilidade de ela escolher sua clínica, será muito grande. 

Em ambas as situações sua clínica ganhará visibilidade e captará novos clientes! 

Conclusão

Como você pôde ver durante sua leitura, o digital será muito importante em 2021. Acompanhe estas tendências e esteja pronto para o futuro da gestão médica: 

Thais Geron

Gerente de Produto
Administradora especialista em Informática em Saúde, com 16 anos de experiência na MedPlus e na área médica.