6 dicas para abrir uma clínica de oftalmologia

Neste material você vai poder conferir uma série de dicas que vão servir para ajudar na abertura de clínicas de oftalmologia.

Por Cecília Galvão em 07 de outubro de 2020.

O sonho de muitos profissionais da oftalmologia é ter a sua própria clínica. No entanto, isto envolve desafios a serem vencidos e requer uma gestão inteligente e cuidadosa. 

Boa parte dos especialistas nessa área optam por trabalhar em clínicas particulares. Como se já não bastasse o mercado concorrido, as clínicas dividem a praça com Hospitais de Olhos, que representam concorrência pesada, tendo em vista que são locais com maior oferta de serviços, equipamentos, etc.

Em um mercado com alta concorrência, para ser bem-sucedido é fundamental ter um projeto bem estruturado para que a clínica possa lucrar e crescer oferecendo o melhor atendimento aos pacientes. Quem deseja abrir uma clínica de oftalmologia precisa estar atento às principais dicas para evitar prejuízos.

É um projeto e tanto e, sobretudo para oftalmologistas que estão iniciando suas carreiras, pode parecer excessivamente complexo. Mas com um bom planejamento e a estratégia certa, você poderá abrir seu empreendimento e fazer dele um sucesso!

Continue acompanhando e confira 6 dicas de como abrir uma clínica de olhos e estar preparado para ter o seu próprio negócio.

1. Faça um bom planejamento e estruturação do projeto

6 dicas para abrir uma clínica de oftalmologia | MedPlus

Tomada a decisão de abrir a clínica, é hora de começar o planejamento, que é a primeira etapa para um negócio de sucesso. Primeiramente, é preciso estruturar o projeto segundo suas necessidades reais, por exemplo:

  • Quais equipamentos serão necessários para que seu consultório possa executar os serviços que pretende oferecer?
  • Qual o tamanho ideal que seu consultório deve ter para ofertar o atendimento oftalmológico?
  • As consultas serão feitas de forma particular ou conveniada com algum plano de saúde?
  • Se for atender por planos de saúde, quais?
  • Seu centro oftalmológico contará com convênios com óticas e fabricantes de lentes de contato?

Essas perguntas são fundamentais, pois a partir delas você conseguirá delimitar todo o projeto e preparar um planejamento eficiente para a abertura da sua clínica oftalmológica. Inclusive, todos os pontos levantados aqui irão se relacionar com todas as dicas que daremos ao longo deste post.

Por isso frisamos a importância de alinhar todas as suas ideias, pois somente assim conseguirá fazer um planejamento coeso e assertivo.

Nesse planejamento deverá constar absolutamente tudo o que é necessário para abrir sua clínica e mantê-la funcionando. 

Primeiramente, em uma planilha coloque todas as demandas que envolvem a abertura do empreendimento, isto é, todo o investimento financeiro que será necessário:

É importante também já embutir no capital inicial uma quantia que seja suficiente para a clínica se manter durante alguns meses, enquanto ainda for nova no mercado e estiver ganhando novos pacientes. Tudo isso irá ajudá-lo a compor o valor das consultas, que no fim será o principal para manter sua clínica oftalmológica de portas abertas e lucrando.

Também entra em jogo a possibilidade de abrir sua clínica oftalmológica em sociedade, o que alivia o peso das finanças e gestão, mas significa dividir o poder de decisão e atrelar a sua imagem profissional ao de outra pessoa. Isso deve constar em seu planejamento.

Por esses motivos, fazer um bom planejamento e uma estruturação eficiente do projeto possibilita que a clínica seja aberta com o que é necessário para ter ainda mais sucesso em cada etapa de seu crescimento.

Leia também: Planejamento financeiro para clínicas de oftalmologia

2. Saiba quem serão os seus pacientes

O principal de uma clínica são os pacientes, afinal, são eles quem fazem com que o negócio se desenvolva e tenha sucesso. 

Por isso, saiba quem serão os seus pacientes, buscando estruturar as principais características do público-alvo de sua clínica. Serão homens, mulheres, crianças ou atenderá a todas as idades? E a classe econômica?

Definir essas características será crucial para escolher o local mais adequado para sua clínica oftalmológica, bem como o quanto poderá cobrar pelas consultas. Conhecer seu público também ajudará na escolha dos profissionais que estarão na sua equipe. 

Por exemplo, pessoas de mais idade tendem a ir com mais frequência ao oftalmologista, nesse caso, cuidados extra são necessários para garantir uma boa experiência durante a consulta.

Além disso, determinar com clareza o público-alvo vai auxiliar no desenvolvimento das estratégias de marketing de captação de novos pacientes para a sua clínica. Portanto, avalie muito bem qual público você deseja atender.

Saiba mais sobre assunto no post: Atendimento mais digital e mais humano em clínicas médicas é possível?

3. Escolha um bom local para abrir a clínica de oftalmologia

Tendo em mente o que foi levantado na dica anterior, é fundamental que seja escolhido um local adequado para abrir a clínica, já que a localização tem uma grande influência no crescimento futuro do negócio. 

Não se esqueça que ela precisa ser acessível para você e para seus pacientes, isto é, fácil de se chegar por qualquer meio de transporte. Por isso, faça uma pesquisa de mercado para saber onde se encontra os melhores pontos da cidade para abrir uma clínica. 

É importante considerar também se existem outras clínicas oftalmológicas e consultórios em locais próximos.

Além do mais, se por um lado desejamos manter longe os concorrentes, por outro, ter clínicas e laboratórios que realizam exames necessários para o seu serviço por perto, pode ser vantajoso tanto para você quanto para o paciente. 

Inclusive, pode-se considerar parcerias e convênios com esses centros de diagnósticos, se for esse o caso.

4. Ofereça uma infraestrutura e atendimento acolhedores

6 dicas para abrir uma clínica de oftalmologia | MedPlus

Outro ponto importante a ser considerado é em relação à infraestrutura da clínica. 

O espaço físico de uma clínica tem muito peso na experiência do paciente, sendo essencial apresentar um lugar com uma infraestrutura receptiva. Para isso, vá além dos equipamentos técnicos e faça um planejamento de como será oferecido esse espaço acolhedor e relacione o que é necessário. 

Nesta lista devem entrar móveis, itens de decoração, espaço da recepção, sala de espera, entre outros detalhes complementares.

Caso sinta necessidade, procure ajuda de arquitetos e decoradores para te ajudar. É um investimento que vale a pena e reflete em uma imagem positiva para sua clínica de olhos.

Se o espaço físico tem muito peso na experiência do paciente, atenção e cordialidade no atendimento são o que vai consolidar uma opinião positiva a seu favor e fidelizar seus pacientes. Por isso, além da aparência, invista também no atendimento dos pacientes. 

Instrua sua equipe sobre como receber o público e tratá-lo corretamente. Isso passa pela recepção e vai até a equipe clínica, que irá realizar o primeiro atendimento e exames do paciente antes da consulta com você.

Para oferecer um atendimento ainda mais completo para os seus pacientes, você pode buscar parcerias com óticas, divulgando-as em troca de indicações para os serviços ou até uma porcentagem do valor das vendas. Mais uma vez, será vantajoso para você e para seus pacientes, sobretudo para os que ainda não possuem uma ótica de confiança.

O mesmo vale para fabricantes de lentes de contato. Muitos pacientes ao decidirem usar lentes de contato não conhecem bem as diversas opções do mercado. Uma parceria com uma fabricante que você confie irá facilitar todo o processo, além de ser interessante para os seus negócios.

5. Invista na divulgação da sua clínica de oftalmologia

Após abrir uma clínica, é preciso saber qual será a estratégia utilizada para atrair os pacientes. Para isso, desenvolva um plano de divulgação com os canais que serão utilizados, as mensagens que serão transmitidas e outras ideias para fazer a comunicação com o seu público.

Mas como saber quais são esses canais? Como transmitir essas mensagens e em qual formato? Essas perguntas são respondidas através da definição do público, que já tratamos anteriormente. 

Sabendo das informações referente ao público-alvo, pode-se ter uma noção do tipo de mídia e de conteúdo que consomem. Assim, é possível traçar uma estratégia de comunicação que seja assertiva, garantindo a eficiência da mensagem em divulgar os serviços da sua clínica oftalmológica e atrair novos pacientes.

Para quem está começando e sem muitos recursos, as redes sociais são a opção mais viável e efetivas para a divulgação da clínica, por isso investir em marketing digital é muito interessante. O importante é ser proativo nessa tarefa para garantir que seus futuros pacientes saibam dos seus serviços.

6. Utilize um software de gestão médica

Por fim, uma dica valiosa para quem vai abrir uma clínica é utilizar tecnologias que transformem seus processos diários, como um software de gestão médica. 

Essa ferramenta será responsável por otimizar diferentes tarefas do dia a dia da clínica, garantindo que a rotina seja facilitada, sobretudo para médicos recém-formados ou gestores de primeira viagem.

Com um software de gestão médica a sua clínica terá disponível diversas funcionalidades como o prontuário eletrônico, que irão auxiliar os processos internos da clínica, como setor administrativo e financeiro. 

Ele irá garantir a organização da sua agenda médica e facilitar o contato com os pacientes.

A gestão financeira também não será um problema com um sistema que tenha ferramentas para ajudar na gestão deste setor. 

Procure por um software online que possibilita que a gestão seja mais completa e que alcance um excelente desempenho, sendo totalmente seguro em relação aos dados e informações do paciente.

Para saber mais sobre tudo o que um sistema de gestão pode fazer pela sua clínica de oftalmologia, confira nosso eBook: 

Cecília Galvão

Líder de atendimento
Atua no atendimento da MedPlus há quase 2 anos e possui experiência nas áreas de atendimento ao cliente, suporte técnico, implantação e sucesso do cliente.