Por Suellen Bosse em 25/11/2021

Estratégias de marketing médico com Google Ads para atrair mais pacientes

Saiba como o Google Ads funciona, o que levar em consideração para criar estratégias de marketing que realmente tenham bons resultados na plataforma e o que é e não é proibido em anúncios pelos órgãos de controle, como o CFM.
Google Ads em estratégias de marketing médico | MedPlus

Se você busca atrair mais pacientes para sua clínica ou consultório e criar autoridade na internet, o Google Ads pode ser a ferramenta certa para alavancar seu marketing médico e conseguir esses resultados.

Como um exemplo do quanto essa ferramenta pode ajudar, temos a porcentagem de pessoas que procuram informações sobre saúde na internet: segundo o Minuto Saudável, 94,4% dos usuários,.

O Google Ads é uma ferramenta que ajuda sua clínica a aparecer para essas pessoas — principalmente para aquelas que estão buscando por um médico de sua especialidade na região onde você se encontra.

Sendo assim, neste artigo, apresentamos como funciona o Google Ads e como você pode implementá-lo em sua clínica ou consultório médico para atrair mais pacientes. Aproveite a leitura.

Como funciona o Google Ads e qual sua importância para o marketing médico?
O que clínicas e consultórios precisam saber para começar a realizar estratégias e campanhas de tráfego pago?
O que um anúncio de marketing médico no Google Ads pode possuir? 

Como funciona o Google Ads e qual sua importância para o marketing médico?

Sendo o maior mecanismo de pesquisa no mundo, o Google também possui uma plataforma de anúncios: o Google Ads. É por meio dessa ferramenta de tráfego pago que você tem a oportunidade de anunciar produtos, serviços, sites e muito mais. 

E o melhor: esses anúncios chegam ao público de forma segmentada, especificamente para pessoas que estão procurando por palavras-chave que tenham a ver com seu trabalho ou que tenham interagido com páginas relacionadas.

Ao utilizar o Google Ads, você consegue colocar sua clínica ou consultório no espaço de links patrocinados na primeira página do Google, em sites parceiros e também em outras plataformas, como o YouTube. A ferramenta também permite que você monitore sua página e receba ajuda de especialistas em marketing por meio de aplicativos. 

Com ele, você aumenta o tráfego em suas páginas e, consequentemente, o número de pacientes de sua clínica ou consultório médico.

Essa é uma importante ferramenta para o marketing médico. Muitas clínicas ou consultórios se beneficiam de estratégias e campanhas de anúncio feitas pelo Google Ads, e você ainda escolhe o quanto quer investir.

25 ferramentas de marketing para atrair mais pacientes em clínicas médicas

Entre os principais benefícios que você pode receber com o Google Ads podemos citar:

  • Medir e analisar os resultados de suas estratégias digitais
  • Gerar leads (contatos de marketing com interesse em sua clínica)
  • Reforçar suas outras estratégias de marketing
  • Aumentar o reconhecimento da clínica na internet
  • Aumentar o número de agendamento de consultas

Porém, para aproveitar todas essas vantagens é necessário saber algumas coisas para fazer estratégias e campanhas de marketing médico que realmente entreguem resultados.

O que clínicas e consultórios precisam saber para começar a realizar estratégias e campanhas de tráfego pago?

Começar a investir no Google Ads é um processo fácil, principalmente por conta da liberdade em relação ao quanto você está disposto a pagar. Porém, existem outros conceitos e informações a serem analisadas para que você tenha uma campanha de sucesso e atraia mais clientes para sua clínica ou consultório.

Palavras-chave

Um passo fundamental para criar campanhas de Google Ads é a definição de palavras-chave para seu anúncio. Segundo informações da ferramenta, palavras-chave são:

“Palavras ou frases que descrevem seu produto, ou serviço, selecionadas para determinar quando e onde seu anúncio pode ser exibido.”

Para entender melhor como isso funciona, considere este exemplo. Um paulistano que está com problemas de coração e quer encontrar um médico para ajudá-lo provavelmente vai pesquisar “cardiologista em São Paulo”.

Caso as suas palavras-chave coincidam com as palavras que ele digitou, seu anúncio pode aparecer para ele.

No entanto, é preciso considerar alguns detalhes na hora de decidir essas palavras:

  • Você paga por cada clique feito em seu anúncio. Por isso, não é interessante ter palavras-chave muito amplas, que atraiam pessoas que não estão interessadas em sua especialidade. Afinal, essas pessoas vão clicar no seu anúncio e gerar um custo para a clínica, mas não se tornarão pacientes.
  • O aparecimento do seu anúncio para uma pessoa depende de um “leilão”. Ou seja, você mesmo decide o valor que está disposto a pagar pelo clique, mas se outros profissionais pagarem mais pelas mesmas palavras-chave, suas chances de aparecer são menores.

Assim, é importante que as palavras-chave escolhidas sejam de qualidade e tenham relevância com sua área de atuação, para que o anúncio atinja as pessoas que têm maior probabilidade de virarem seus pacientes.

Landing pages

Também é importante definir uma “página destino”. Ou seja, uma página que o cliente será direcionado quando clicar no anúncio. 

Em marketing, essas páginas são conhecidas como landing pages. Elas devem ser informativas, práticas e atraentes, a fim de passar as informações necessárias para o paciente entrar em contato com sua clínica ou consultório.

Personas

Outro fator importante a ser definido, antes mesmo de realizar a estratégia de sua campanha, é a persona, isto é, personagens semi-fictícios que representam seu cliente ideal, com informações como:

  • Dados pessoais (como nome e idade)
  • Motivações
  • Desafios
  • Objetivos
  • Dores 

Uma boa persona é definida por meio de uma análise de seu público-alvo, principalmente sobre seus hábitos de consumo e preferências pessoais

Leia mais: Persona: O que é e como segmentar as ações de marketing de sua clínica

Sem uma persona definida, fica difícil criar anúncios que atinjam as “dores” de seus pacientes para que eles vejam que o trabalho que você oferece é a solução. 

Além disso, as personas ajudam a segmentar seus anúncios e definir as palavras-chave que seu perfil de cliente ideal pode estar usando. Dessa maneira, você atinge pessoas que têm mais probabilidade de virarem seus clientes.

Objetivos de campanha

Outro passo importante para realizar sua estratégia de campanha é definir os objetivos de seus anúncios. O que você espera conseguir com eles? 

Os principais objetivos do uso de anúncios, principalmente pelo Google Ads, são:

  • Levar mais visitantes ao seu site por meio do tráfego pago
  • Realizar mais conversões a fim de captar mais leads 
  • Dar visibilidade para um produto, serviço ou causa
  • Ter mais retorno sobre o investimento (ROI)

É importante ter seus objetivos em mente para aplicar estratégias mais certeiras e ter mais eficiência em conseguir os resultados esperados pelas suas campanhas. Isso também pode te ajudar a definir o quanto você precisará gastar no Google Ads para conseguir lucrar.

Google Ads em estratégias de marketing médico | MedPlus

Metas de controle de custos nas estratégias

Como vimos, você define o custo por clique (CPC) e só paga quando o cliente clica em seu anúncio. Esse valor varia de acordo com a concorrência, já que quanto mais pessoas estiverem anunciando e procurando pelo termo, mais caro ele fica.

É importante, então, definir previamente quanto você está disposto a pagar para atingir seus objetivos. 

Por exemplo: se você investir R$2.000,00 mensalmente na ferramenta e o CPC médio de suas palavras-chave custar R$5,00, você conseguirá obter até 400 cliques por mês.

Métricas para acompanhar no Google Ads

Depois que você começar a investir em anúncios para sua clínica ou consultório médico no Google Ads, é hora de analisar as métricas e verificar os resultados. Dessa forma, você consegue mudar suas estratégias e ver o que realmente está funcionando, bem como o que precisa ser mudado para que seus objetivos sejam alcançados.

Por meio do Google Ads várias métricas podem ser analisadas, como:

  • Taxa de cliques: é o resultado da divisão do número de cliques dados em seus anúncios pelo número de vezes em que ele foi exibido. O aumento dessa taxa, por exemplo, significa que você está crescendo à frente de seus concorrentes.
  • Custo por clique: é a média de quanto cada clique em seu anúncio custa. Isso pode te ajudar a controlar melhor seus gastos, além disso, também pode indicar a qualidade do anúncio, o desempenho da landing page e a relevância das palavras-chave utilizadas.

Quanto menor o CPC de um anúncio, maior o retorno de investimento (ROI), já que você gasta menos para realizar uma conversão e sua campanha torna-se mais rentável, indicando que você está no caminho certo.

  • Taxa de impressão: é uma taxa que indica quantas vezes seu anúncio foi exibido de acordo com as pesquisas feitas pelas palavras-chave escolhidas.

Isso mostra se seus anúncios são realmente relevantes para seu público segmentado, se suas palavras-chave utilizadas estão funcionando, se seu orçamento está adequado e ainda como estão seus concorrentes.

Analisar essas métricas é de extrema importância para que você atinja seus objetivos com o sucesso desejado. Por isso, pode levar um tempo até você encontrar a maneira adequada para realmente atrair os usuários para seus anúncios e ter um bom retorno com isso.

O que um anúncio de marketing médico no Google Ads pode possuir?

O marketing médico consiste em estratégias de marketing para a área da saúde. É por meio dele que você consegue informar seu público a respeito de doenças e prevenção, além de atrair e fidelizar mais pacientes para sua clínica ou consultório médico.

Porém, é preciso ter cuidado com suas publicações. O Conselho Federal de Medicina (CFM) já regulamentou o uso de mídias sociais como publicidade médica. Por conta disso, é importante saber o que pode e o que não pode aparecer em seus anúncios para não prejudicar a imagem de sua clínica e ainda sofrer ações judiciais. 

Google Ads em estratégias de marketing médico | MedPlus

O que não pode entrar nos seus anúncios de marketing médico 

Para evitar problemas na justiça e manter uma boa aparência de sua clínica ou consultório e de seus serviços, você deve evitar algumas práticas em seus anúncios, como:

  • Fake news: o principal foco do marketing médico é informar seus pacientes e contribuir para a prevenção de doenças e uma melhor qualidade de vida. Incluir informações falsas, sem evidências científicas, e que chocam, assustam ou confundem as pessoas, vai prejudicar muito sua imagem.
  • Preços e promoções: o CFM proíbe a divulgação de preços de serviços e procedimentos de saúde em redes sociais para fins de atração.

Leia mais: Instagram e Facebook para clínicas médicas

  • Serviços e procedimentos fora de sua especialidade: divulgar serviços que não são realizados em sua área de atuação é considerada uma forma de propaganda enganosa e pode gerar consequências para sua clínica ou consultório.
  • Garantia de sucesso: outra proibição feita pelo CFM é a de promessas que garantem sucesso em tratamentos e procedimentos, como “o melhor tratamento da região”. Isso acontece pois cada caso médico deve ser avaliado individualmente. Assim, prometer resultados também se classifica como propaganda enganosa.
  • Exposição de pacientes: postagens de antes/depois de procedimentos só podem ser postadas pelos próprios pacientes. Mesmo selfies tiradas antes dos tratamentos e fotos que tenham autorização de uso dos pacientes não podem ser utilizadas para fins publicitários.

O que sua clínica ou consultório médico deve incluir em seus anúncios

Apesar das restrições, ainda existem várias informações que podem ser exibidas em seus anúncios.

Leia mais: Tudo sobre Marketing para Consultórios Médicos

É importante, em primeiro lugar, criar anúncios atrativos e que despertem o interesse de seu público, principalmente em relação a manter a saúde e a qualidade de vida em dia.

Você ainda pode anunciar informações como: 

  • Conteúdo informativo como cuidados de prevenção
  • Divulgar seu currículo e até suas áreas de atuação
  • Prestar informações e dar entrevistas educativas

Para garantir ainda um bom marketing médico, você pode contar com uma agência especializada, que saiba todas as informações necessárias para criar estratégias sem que você seja penalizado e realmente ajude seus pacientes.

Quer entender ainda mais sobre como realizar um marketing médico em conformidade com a lei e ainda ter bons resultados? Então, acesse nosso eBook gratuito e entenda o passo a passo para isso:

CTA

Gerente de Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha este formulário e veja como o sistema de gestão médica MedPlus pode transformar a sua clínica ou consultório:
Ao informar meus dados eu concordo com a Política de Privacidade e Termos de Uso da MedPlus.

Sua informações foram enviadas com sucesso! Em breve nossa equipe entrará em contato.