Marketing para médicos: quanto investir para realmente ter resultados?

Quer ter sucesso no marketing para médicos? Então você precisa saber fazer uma gestão inteligente em marketing digital e investimentos em mídia paga.

Por Suellen Bosse em 25 de janeiro de 2021.

Logo ao abrir um consultório médico, a primeira coisa a ser pensada é em conseguir pacientes. Pois bem, para que seu trabalho se torne conhecido, ele precisa ser visto e lembrado. Para isso existem as técnicas de comunicação e de marketing.

A rigor, quando falamos de marketing, envolvemos, além da propaganda, outros fatores do negócio, como: localização, preço e o tipo de serviço ou produto oferecido. Contudo, neste post abordaremos mais especificamente a promoção dos seus serviços. Isto é: a divulgação do seu consultório e o atendimento profissional.

Atualmente o marketing está presente em diversos meios, bem mais do que no passado, abrindo um leque gigante de opções e possibilidades, ideal para que você consiga encontrar a melhor forma de divulgar seu negócio. 

Mas quais são elas e como se comunicar com os pacientes de forma efetiva? E, principalmente: quanto investir para ter resultados concretos?

Continue lendo este post para saber:

Quais as opções para divulgar uma clínica médica?
O marketing offline é interessante para o meu consultório médico?
Porque o marketing digital é uma solução interessante?
Como funciona e quanto custa o investimento em marketing digital?
A gestão médica consegue fazer isso sozinha ou precisa investir em profissionais especializados?
Quais ferramentas de marketing digital um gestor precisa conhecer?

Quais as opções para divulgar uma clínica médica?

O marketing atual oferece uma diversidade de ferramentas e canais de divulgação, possibilitando que você eleja qual funciona melhor para o seu negócio. No entanto, para começar, podemos dividir as ferramentas de marketing online e offline.

As ferramentas e canais offline, como pode-se deduzir, são independentes da internet. São as formas de mídia mais tradicionais que conhecemos, como televisão, jornais, revistas, outdoors, panfletos, folders, entre tantos outros.

As ferramentas e canais online fazem parte do que chamamos de marketing digital, ou seja, tudo acontece em ambiente virtual, conectado à internet. Dentro dessa possibilidade, temos diversas formas de se fazer propaganda, como marketing de conteúdo, impulsionamento de posts, anúncios pagos em sites, blogs e até mesmo nas pesquisas do Google, o maior buscador da atualidade.

Sendo assim, o primeiro passo é descobrir qual dessas mídias funcionaria melhor para o seu tipo de negócio, levando em consideração principalmente seu público-alvo, isto é, quais pacientes você deseja atender.

O marketing offline é interessante para o meu consultório médico?

Investir para ter resultados no marketing médico MedPlus

A resposta para essa pergunta é: depende. Toda mídia é válida e qualquer uma certamente irá atingir as pessoas. Mas o ponto aqui não é apenas fazer com que as pessoas saibam que você está oferecendo esse tipo de serviço. O ponto é: fazer com que as pessoas certas saibam disso. 

Por isso, sempre que se escolhe uma mídia para anunciar, é necessário ter conhecimento para escolher de forma correta como o anúncio será feito.

Em meios impressos, é preciso escolher qual publicação é mais coerente com seu público, se o anúncio será feito em meia-página, página inteira, capa, contracapa, entre outros. Cada modalidade dessa tem um preço e por isso é preciso também saber negociar.

O mesmo vale para rádio e televisão: é essencial que a escolha do programa seja baseada no público que dá audiência a ele. Além disso, o formato do anúncio e o horário de veiculação devem ser determinados corretamente. Tudo isso principalmente porque as mídias tradicionais tendem a ser mais caras e por isso qualquer erro significa muito investimento jogado fora.

Já folders e flyers são opções mais comuns para clínicas e consultórios médicos. Sobretudo se a clínica trabalha com mais de uma especialidade ou oferece diversos tipos de serviço. Nesses casos, a distribuição dos materiais é feita na própria clínica. Há também quem os divulgue com panfletagem, mas esse método está se tornando cada vez menos comum.

Por que o marketing digital é uma solução interessante?

Antigamente as empresas ficavam reféns das mídias offline e seus altos valores para divulgação de suas marcas. Hoje em dia, no entanto, com a popularização da internet e das ferramentas do marketing digital, já não há a necessidade de se prender a esses veículos tradicionais.

Atualmente existem diversas formas de se fazer marketing digital, incluindo múltiplos formatos, como: posts em blogs, em redes sociais, anúncios patrocinados, e-mail marketing, vídeos, anúncios em podcasts, entre muitos outros.

Além da diversidade de formatos, dois pontos fazem o marketing digital se destacar: o público e os valores de investimento.

O primeiro ponto se refere ao fato de que nas mídias digitais é muito mais fácil atingir o público certo, pois, ao programar um anúncio ou impulsionar um post, você pode segmentar para qual perfil de pessoa seu material será entregue. Isso faz valer cada centavo investido na veiculação e garante resultados mais sólidos para a clínica.

E falando em centavos, os valores de investimento para o marketing digital são bem mais acessíveis. Você pode impulsionar um post com R$ 50,00 ou com R$ 500,00. A escolha é sempre sua. Além disso, as formas de pagamento também são muito flexíveis. 

Além de tudo que foi dito, o principal motivo para investir em marketing digital é: todos estão na internet, então sua clínica ou consultório também precisa estar. Afinal, só é lembrado e procurado quem é visto. E qual o melhor lugar para ser visto do que na internet, onde todos estão?

Como funciona e quanto custa o investimento em marketing digital?

Resumidamente, existem duas formas de se fazer marketing digital: de forma orgânica e de forma paga. O marketing orgânico, no meio digital, é basicamente quando sua empresa fica conhecida sem que haja investimento financeiro direto sobre ela. 

Um exemplo clássico disso é o marketing de conteúdo, que visa atrair o público-alvo a partir de materiais que agreguem informações.

Na forma orgânica é possível alcançar bons resultados, mas, para ir além, é preciso investir financeiramente e aí entra o marketing pago. Existem diversas formas de se investir nessa comunicação. 

As formas mais comuns são através de posts impulsionados nas redes sociais, em anúncios em sites, blogs e vídeos, ou ainda impulsionando o link do seu site no Google, para que ele apareça por primeiro nos resultados de pesquisas relacionadas ao seu serviço.

O custo de cada uma dessas modalidades pode variar muito, pois depende de fatores como:

  • Quem irá produzir e postar o conteúdo e quanto essa pessoa ou empresa cobra;
  • Quais canais serão escolhidos para veiculação e quanto cada um deles cobra;
  • Como o preço varia em cada um deles conforme o alcance desejado para o anúncio;
  • A mensalidade das ferramentas de automação e gerenciamento, caso o marketing seja feito internamente pela clínica.

De todos esses fatores, sem dúvidas o que mais vai variar é o valor de investimento do anúncio e patrocínio em redes sociais, pois isso depende muito do público-alvo e do alcance do anúncio. Basicamente, quanto mais pessoas você quiser atingir, maior será o valor.

Ainda assim, para responder a pergunta que dá nome a este artigo de forma mais sólida, alguns estudos indicam que o valor investido no marketing de uma empresa costuma variar entre 5% a 20% do faturamento anual bruto, distribuído ao longo do ano. Essa variação se dá principalmente pelo nível de estabilidade que a empresa encontra no mercado.

Geralmente empresas novas, que ainda estão se estabelecendo no mercado, investem mais em marketing justamente porque seu serviço precisa se tornar mais conhecido. Esse raciocínio inclui clínicas e consultórios médicos. 

Portanto, daí é possível ter uma base de quanto é comum investir em marketing, sendo que o valor exato vai depender dos fatores citados acima e do quanto seu negócio pode investir nisso no momento.

A gestão médica consegue fazer isso sozinha ou precisa investir em profissionais especializados?

Investir para ter resultados no marketing médico | MedPlus

Tudo depende do quão profissionalizado você deseja que seu marketing seja. Contar com profissionais especializados tende a render resultados melhores, pois estamos falando de pessoas que têm conhecimento específico no assunto, além de experiência na área.

Além disso, alguns materiais como vídeos, eBooks, posts para blogs, entre outros, requerem uma produção e direção especializada, pois são materiais de maior complexidade do que um post em redes sociais, por exemplo. 

Para o uso de anúncios digitais, recomenda-se buscar por designers e programadores que trabalhem com essa vertente.

Contudo, vale lembrar que contratar a mão-de-obra desses profissionais requer investimento financeiro. Por isso, deve-se ponderar se a clínica possui recursos suficientes para investir nos profissionais, nas ferramentas e no impulsionamento e patrocínio dos anúncios.

É possível fazer o marketing da clínica por conta própria. Mas se o foco é obter mais resultados, o investimento terá que ser proporcional. E nesse caso, isso inclui ajuda especializada.

Quais ferramentas de marketing digital um gestor precisa conhecer?

Atualmente existe uma diversidade muito grande de ferramentas para ajudar na tarefa de gerenciar o marketing digital da sua clínica. Para além do básico, estamos falando de ferramentas de planejamento, gerenciamento e automação, bem como de patrocínio, o que obviamente envolve dinheiro e por isso é necessário responsabilidade na hora de usá-las.

A seguir vamos apresentar brevemente algumas dessas ferramentas. Programas famosos por sua acessibilidade e funcionalidade, muito utilizados por agências especializadas em marketing digital.

  • Google Ads: é a ferramenta de anúncios do Google. Com ela é possível fazer anúncios em sites e blogs, além de patrocinar links para que apareçam no topo da lista de resultados da ferramenta de pesquisa. Os anúncios no YouTube também são feitos com o Google Ads.
  • Google Analytics: a ferramenta de análise de resultados do Google, que dá acesso a dados como quantas pessoas visualizaram o anúncio, quantas clicaram nos links, quantas interagiram de alguma forma com o post, quantas curtiram, comentaram, entre outras coisas. Usar o Analytics é fundamental para saber se a campanha está sendo bem sucedida.
  • Facebook Ads: semelhante ao Google Ads, o Facebook Ads promove posts dentro das plataformas do Facebook, como a rede social de mesmo nome e o Instagram. Dentro de cada rede social já é possível ter acesso às métricas de postagem e resultados de campanhas em gráficos e planilhas.
  • SEM Rush: um dos queridinhos, sobretudo para quem trabalha com SEO (a otimização de ferramentas de busca, para seu site aparecer melhor em pesquisas no Google). O SEM Rush dá acesso a métricas, mídia paga, e até mesmo auxilia na busca por palavras-chave, tudo dentro da própria plataforma. Sem dúvida é uma das ferramentas mais utilizadas para seu site ser encontrado com mais facilidade.
  • RD Station: esta é uma ferramenta de automatização em marketing digital, talvez a mais famosa no Brasil. O RD Station permite administrar e planejar campanhas, além de acompanhar as redes sociais da empresa, tudo de um único lugar.
  • Crie sua persona: a persona, ou buyer persona, é um perfil base do consumidor dos seus serviços. Ter em mente quem é o seu público-alvo é essencial para qualquer planejamento de marketing. Sendo assim, o site “Crie sua persona” auxilia nesse processo de definição de público-alvo, criando uma pessoa fictícia, mas que possui todas as características dos seus pacientes. Assim, você pode criar campanhas de marketing muito mais assertivas e eficientes.

Esperamos que com este post suas dúvidas sobre investimentos em marketing, principalmente marketing digital, tenham sido sanadas. Na sua clínica a gestão já faz esse tipo de investimento? Nos conte nos comentários!

E para compreender mais de marketing médico e se aprofundar em suas técnicas, você pode também acessar nosso eBook sobre o assunto. Confira:

Suellen Bosse

Gerente de Marketing
Atualmente é Gerente de Marketing, com mais de 15 anos de experiência na área de comunicação e relacionamento, faz parte do time da Sponte há mais de 18 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *