8 vantagens de usar o prontuário eletrônico

Conheça as vantagens do prontuário eletrônico e entenda como ele pode auxiliar na gestão da sua clínica médica no dia a dia com total segurança de dados.

Por Aline Patricia em 16 de abril de 2021.

O uso do prontuário é de praxe na medicina por ele ser um documento absolutamente indispensável para o tratamento do paciente, uma vez que todas as suas informações estão registradas nele. Dados que vão desde a anamnese até a última consulta realizada e os resultados dos últimos exames.

Contudo, o prontuário de papel não é mais uma opção vantajosa para clínicas e pode apresentar diversos problemas relacionados à integridade do material e à segurança dos dados contidos nele.

Por isso, o PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente) surge como uma alternativa para oferecer tecnologia de ponta aos seus pacientes, com toda a segurança que um documento dessa natureza exige. 

Além do mais, o prontuário eletrônico otimiza muito os processos dentro da clínica médica, tornando-se uma  inovação necessária na rotina dos médicos. 

Continue conosco e entenda 8 vantagens de usar o prontuário eletrônico. 

1ª vantagem: informações mais seguras no prontuário online
2ª vantagem: acesse o prontuário eletrônico de onde estiver
3ª vantagem: o PEP completa seu serviço de Telemedicina
4ª vantagem: integração do prontuário eletrônico com a agenda médica
5ª vantagem: melhor aproveitamento do espaço físico da clínica
6ª vantagem: anexe exames e documentos ao prontuário eletrônico
7ª vantagem: tenha acesso a estatísticas valiosas
8ª vantagem: o prontuário eletrônico possui validade jurídica

1ª vantagem: informações mais seguras no prontuário online

A primeira e, talvez, mais importante vantagem é a segurança. Os dados dos pacientes precisam ser protegidos, pois são informações de cunho sigiloso. Sua proteção está prevista em lei, principalmente na Lei Geral de Proteção de Dados, uma vez que estamos falando de prontuários eletrônicos.

A LGPD assegura a confidencialidade com a qual as informações do paciente precisam ser tratadas, vetando qualquer tipo de vazamento, venda de dados ou acesso por qualquer um que não tenha autorização e uma razão plausível para isso. Tudo porque, além de serem dados pessoais, a lei considera esse tipo de informação como sensível.

São considerados dados pessoais sensíveis, segundo a Lei, informações que se referem à saúde ou à vida sexual, dados genéticos ou biométricos, ou, ainda, qualquer dado que cause dano, constrangimento ou discriminação ao titular.

Não priorizar a segurança dos dados dos pacientes pode ocasionar infração à LGPD e até a outras leis e normativas, e ter diversas consequências para a clínica. Além de prejudicar o serviço da instituição, sua imagem e reputação serão negativamente afetadas. 

Afinal, como confiar em uma clínica que não mantém os dados dos próprios pacientes em segurança?

Quem se sentir lesado tem respaldo legal para tomar providência jurídicas sobre o assunto. Ou seja, qualquer problema que ocorra em relação à segurança das informações contidas no prontuário pode ser motivo para que a clínica responda judicialmente pela falha.

Tudo isso pode ser evitado com o uso de prontuários eletrônicos, ainda mais se associados a um bom software de gestão médica. Assim, os dados serão armazenados de forma criptografada, impedindo o acesso por parte de qualquer pessoa não autorizada.

2ª vantagem: acesse o prontuário eletrônico de onde estiver

O prontuário médico é um instrumento extremamente importante para um atendimento de qualidade aos pacientes. 

Portanto, manter os prontuários eletrônicos em um sistema que facilite sua visualização por todos os profissionais da clínica que precisam dele é essencial se a gestão quiser otimizar o trabalho da equipe e evitar desperdício de tempo com a procura do documento, no caso de ele ainda ser de papel.

Sendo assim, o uso do prontuário eletrônico também é extremamente vantajoso, inclusive em casos de tratamentos simultâneos, quando é preciso aliar diferentes terapias, cada uma em uma especialidade diferente, com profissionais distintos.

Nesse cenário, o prontuário eletrônico pode ser visualizado pelos diferentes profissionais envolvidos, se eles tiverem a autorização para isso. 

Lembrando também que no prontuário MedPlus o atendimento médico é iniciado e finalizado sem qualquer edição. Após a conclusão, o sistema só permite incluir um adendo se for necessário realizar algum complemento.

Os procedimentos e serviços executados podem ser lançados da agenda. Contudo, informações sobre o tratamento e a evolução clínica podem ser feitas apenas pelo(s) médico(os) no prontuário, o que garante segurança total dos dados. 

3ª vantagem: o PEP completa seu serviço de telemedicina

A telemedicina é uma prática que complementa o atendimento presencial, garantindo que o médico acompanhe o tratamento do paciente com mais frequência em atendimentos online.

Sendo assim, o prontuário eletrônico é fundamental se uma clínica deseja oferecer um serviço de telemedicina completo. Ele permite a integração de dados a todo o sistema de gestão da clínica, possibilitando que a rotina de trabalho se torne muito mais ágil e prática, tanto para a equipe do consultório, quanto para o próprio paciente.

É importante ressaltar que o paciente deve ter acesso ao seu próprio prontuário eletrônico, se assim ele desejar. Esse direito é garantido por lei. 

A ferramenta para telemedicina deve ser integrada ao PEP por uma ferramenta profissional e própria do software para garantir a segurança.

No caso da telemedicina do MedPlus, o sistema não grava os atendimentos por vídeo e o médico deve adicionar durante o atendimento as informações ao prontuário. Isso tudo acontece facilmente, permitindo que o médico não perca o foco no paciente durante a consulta.

Além do mais, é possível imprimir o histórico do paciente para entregar a ele. Contudo, é importante que o médico assine este documento digitalmente para garantir a validade jurídica. 

4ª vantagem: integração do prontuário eletrônico com a agenda médica

Integrar o prontuário eletrônico e a agenda médica dentro de um único software de gestão é extremamente vantajoso para toda a clínica, em especial para o profissional de saúde que irá realizar o atendimento.

Para começar, o uso de uma única ferramenta facilita muito a rotina de trabalho do consultório. Utilizar diversas ferramentas, uma para cada tarefa específica, além de atrasar o serviço, pode ocasionar problemas de compatibilidade de dados ou de arquivos, já que estamos falando de plataformas diferentes, muito provavelmente desenvolvidas por empresas diferentes.

Usando um único sistema, que seja completo e integre todos os dados do paciente, o compartilhamento de arquivos e informações se dará de forma muito mais fluida. E essa é a principal razão que faz a integração do prontuário com a agenda ser tão vantajosa.

Com o histórico médico devidamente documentado no prontuário eletrônico, assim que o paciente marcar sua consulta, a agenda online será atualizada automaticamente para o médico. 

Sabendo que determinado paciente está a caminho, o profissional pode puxar o prontuário do indivíduo cadastrado e se preparar para o atendimento. Isso acelera o processo de diagnóstico e recomendação de tratamento, além de torná-los muito mais precisos.

5ª vantagem: melhor aproveitamento do espaço físico da clínica

5ª vantagem: melhor aproveitamento do espaço físico da clínica

Impossível falar em passar do manual para o digital e não pensar na questão do espaço físico economizado com essa transformação. Arquivos físicos podem parecer inofensivos no começo, mas, com o passar do tempo, eles tendem a ir aumentando e exigindo mais do ambiente. Quando nos damos conta, eles já estão tomando mais espaço da clínica do que deveriam. 

O uso de prontuários eletrônicos elimina esse inconveniente, uma vez que tudo fica armazenado digitalmente. E mesmo que a clínica decida manter cópias salvas em HDs externos, nem de longe esses aparelhos ocupam o espaço que os antigos armários exigem.

Tendo mais área livre no consultório, a gestão pode investir em infraestrutura para levar mais conforto para os pacientes e para a equipe que ali trabalha.

6ª vantagem: anexe exames e documentos ao prontuário eletrônico

Os prontuários médicos incluem informações de exames feitos ao longo do tratamento. E fica muito mais fácil visualizar isso tudo anexando esses dados ao documento.

Até pouco tempo atrás, os médicos pediam que os pacientes levassem nas consultas os exames anteriores, porém, muitas vezes pelo esquecimento do próprio paciente, o pedido do médico não se cumpria. 

Como pode se esperar, isso dificultava o comparativo de resultados e, consequentemente, o diagnóstico preciso.

Aqui está mais uma das vantagens de usar o prontuário eletrônico: a possibilidade de anexar exames, anotações e informações complementares do paciente. Informações como alergia a medicamentos ou intolerância a certos tipos de substâncias e alimentos podem ser cruciais para que se possa realizar o tratamento adequado.

7ª vantagem: tenha acesso a estatísticas valiosas

Principalmente em clínicas que oferecem mais de uma especialidade e exames médicos específicos, o prontuário acaba acumulando uma série de dados que são, claro, fundamentais para o diagnóstico médico e tratamento do paciente, mas também valiosos do ponto de vista da gestão clínica.

Para começar, os prontuários conseguem revelar informações importantes para o médico, como quais são os serviços mais procurados ou quais exames são os mais feitos pelos pacientes, entre outros. 

Conhecendo a realidade do público que procura sua clínica, fica mais fácil tomar decisões que envolvam investimentos futuros nos serviços e infraestrutura do estabelecimento.

Além disso, é muito interessante para fins médicos entender quais casos têm maior ocorrência, o que há em comum entre eles, quais tratamentos se mostraram mais efetivos, entre outras coisas. 

Esse tipo de estudo é fundamental para o aprimoramento de atendimento e diagnóstico, além de possibilitar que os especialistas indiquem os tratamentos mais adequados aos pacientes.

Trabalhar estatisticamente esses dados é uma tarefa árdua se pensarmos nos ultrapassados prontuários de papel. No entanto, a partir do momento em que eles estiverem em versão eletrônica, o tratamento de dados se torna muito mais simples e rápido.

8ª vantagem: o prontuário eletrônico possui validade jurídica

Esta vantagem está diretamente ligada às informações legais do corpo médico. Muitas pessoas que ainda não conhecem o prontuário eletrônico se perguntam se ele tem a mesma validade que os antigos prontuários em papel. A resposta é: sim. Contudo, para assegurar isso, o documento precisa atender a algumas especificações.

O prontuário digital, obrigatoriamente, precisa de um certificado digital, com a assinatura digital do médico responsável pelo atendimento àquele paciente. Tal assinatura deve ser feita com o padrão da ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira).

Por meio de uma assinatura digital devidamente registrada e autenticada, o perfil do profissional que atendeu aquele paciente estará diretamente ligado ao seu CRM, o que possibilita a obtenção de informações de contato a partir do prontuário, garantindo mais segurança ao paciente e ao próprio médico.

Seguindo esse padrão, o prontuário eletrônico possui toda a autenticidade e validade jurídica própria de um documento do tipo. O que reforça a necessidade da clínica zelar por sua segurança.

Percebeu como o prontuário eletrônico pode transformar a forma com que sua clínica ou consultório atende seus pacientes, tornando-a mais segura e eficiente?

Quer saber mais sobre essa ferramenta junto da assinatura digital e como isso funciona na prática em sua clínica? Então confira o eBook:

CTA

Aline Patricia

Gerente de Produto
Formada em Administração, há 11 anos atua na MedPlus no atendimento ao cliente e atualmente é Gerente de Produto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *