Certificado digital para médicos: o que você precisa saber sobre isso?

Conheça a importância do certificado digital para clínicas e consultórios médicos e entenda como a tecnologia está transformando a gestão médica.

Por Aline Patricia em 22 de março de 2021.

O mundo da medicina está abraçando definitivamente a tecnologia, não apenas nos atendimentos e procedimentos, mas também na gestão de clínicas e consultórios. E isso fica muito claro na utilização do certificado digital para médicos.

Vivemos na era da saúde digital, com clínicas médicas cada vez mais tecnológicas e integradas. Prontuários, prescrições, agendas, exames e documentos de papel estão se tornando coisa do passado, enquanto suas versões virtuais mostram o caminho do futuro.

E essa transformação digital é uma mudança que veio para o bem. O papel ocupa espaço, causa lentidão na gestão médica da sua clínica e ainda é vulnerável, pois pode ser facilmente comprometido, perdido ou rasurado.

Por isso, o mundo digital é mais seguro e muito mais funcional para sua clínica. Desde que os dados sejam realmente protegidos! E é aí que entra a importância do certificado digital.

Neste artigo, abordaremos essa importante ferramenta e como ela contribui para a segurança dos dados do paciente. Também, explicaremos como o mundo digital é mais seguro e por que você deve trocar a papelada pela modernidade de um software de gestão.

O que é o certificado digital para médicos?
Vantagens do certificado digital para a sua clínica
Como conseguir o certificado digital?
Certificado digital e segurança de dados
Telemedicina e o certificado digital

O que é o certificado digital para médicos?

O certificado digital trata-se de um arquivo eletrônico que reúne informações pessoais de um indivíduo, como nome, CPF, gênero, entre outros dados que permitem a sua identificação.

Sendo assim, o certificado digital pode ser entendido como a identidade eletrônica de uma pessoa ou de uma empresa, o qual é também reconhecido como e-CPF ou e-CNPJ.

Ele é essencial para que o médico possa utilizar a sua assinatura eletrônica em prontuários, prescrições, exames, documentos e muito mais.

Desse modo, é o certificado digital que vai garantir a segurança dos dados dos pacientes, de modo a assegurar transparência, agilidade e sustentabilidade dos processos e consultas realizadas.

Vantagens do certificado digital para a sua clínica

Saiba tudo sobre certificado digital para médicos

A partir do momento em que a sua clínica adota um sistema de gestão médica que permite o emprego do certificado digital, um mundo de possibilidades irá se mostrar diante de você. 

Processos, antes burocráticos e demorados, podem ser otimizados de forma digital. Você não precisa mais imprimir cada documento e depender de uma organização total da papelada. Isso aumentará o seu desempenho e de toda a sua equipe, com mais produtividade, menos perda de tempo e mais condições de dar total atenção ao atendimento e à satisfação do paciente.

Primeiramente, podemos abordar a importância da assinatura digital no laudo médico. O Conselho Federal de Medicina (CFM) rege que todos os laudos e exames emitidos por uma clínica médica devem ser guardados por um período de 20 anos (vide resolução nº 1.821/2007). 

Já imaginou a quantidade de papel que se acumulará em sua clínica ao longo desse período? 

É muito mais viável armazenar esses documentos digitalmente, de forma segura e prática, do que guardar tudo isso em caixas e pastas, que não protegerão a documentação arquivada. Com o tempo, todos esses documentos irão se deteriorar. Saiba mais sobre a importância do armazenamento online de imagens e arquivos.

Além disso, podemos destacar outras vantagens, como:

  • Uso facilitado: você pode acessar os documentos que precisa diretamente pelo celular e outros dispositivos móveis.
  • Armazenamento na nuvem: além de reduzir papéis, essa modalidade de salvar arquivos permite que a atualização de informações aconteça em qualquer lugar, no momento que desejar. Tudo acontece em tempo real e de maneira segura.
  • Economia de recursos: com o uso de um software para armazenar prontuários, prescrições, exames e uma gama de outros documentos, é possível reduzir em grande escala o uso de artigos de papelaria, os gastos com impressão e a manutenção de impressoras.

A tecnologia pode servir para simplificar sua rotina médica. Porém, o mundo digital e tecnológico, assim como o mundo real, precisa de ferramentas para assegurar a sua proteção.

Armazenar esse tipo de documentação médica digitalmente já é uma realidade que se mostra favorável à segurança do médico, da clínica e do paciente. Porém, para que isso aconteça de forma segura para seus pacientes e para a clínica, é preciso dispor de um sistema que disponibilize a certificação e a assinatura digital.

Então, para ter tudo isso, você precisa contar com o certificado digital, que vai validar todos esses documentos.

Como conseguir o certificado digital?

A assinatura digital precisa estar de acordo com uma severa regulamentação, de modo a provar a segurança do sistema e transmitir confiabilidade e segurança a respeito da identidade das pessoas envolvidas.

Essa segurança é proveniente de uma identidade digital, que funciona por meio de um certificado. Quando as informações são assinadas digitalmente, a segurança delas é garantida devido a esse certificado digital.

A emissão desse certificado é fornecida por uma autoridade de certificação (CA) ou um provedor de serviços confiável (TSP) credenciado. 

Desse modo, antes de adotar uma assinatura digital, é preciso adotar um sistema que disponibilize um certificado digital.

No Brasil, para implementar a certificação digital em seu consultório médico, é preciso recorrer a entidades conhecidas como Autoridades Certificadoras, geridas e regulamentadas pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

É somente através dessas entidades que os documentos que você quer proteger com assinatura digital terão validade das informações que trazem, assim como sua legitimidade para fins jurídicos. 

Por fim, sem atender aos padrões da ICP-Brasil, os documentos digitais não serão validados.

Certificado digital e segurança de dados

Saiba tudo sobre certificado digital para médicos

A tecnologia é uma grande aliada das pessoas. Contudo, ela pode deixar indivíduos em situação de vulnerabilidade, uma vez que esses dados presentes no universo digital precisam estar protegidos.

O assunto foi muito discutido recentemente, com o desenvolvimento da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Essa é uma estratégia para garantir a segurança das pessoas e de seus dados no mundo digital. 

Saiba mais: Lei Geral de Proteção de Dados: o que é e quais são os impactos na área da saúde?

Essa decisão impactou de forma direta as clínicas médicas e hospitais. Pense nos prontuários dos pacientes, que trazem dados que podem comprometer a segurança deles, se as informações vazarem. 

Outro exemplo válido é a prescrição médica. O documento pode ser enviado de forma eletrônica, pelo celular, e é aceito em farmácias, até em casos de medicação controlada. Pense o quanto isso seria prejudicial se não houvesse alguma maneira de proteger a integridade e veracidade desses documentos.  

É por isso que se cobra a utilização de uma assinatura digital, registrada de acordo com as normas da ICP-Brasil.

Então foi pensando em deixar os processos da sua clínica menos burocratizados e mais seguros que a MedPlus começou a oferecer a assinatura digital, por meio de uma parceria com a Soluti, especializada em Certificação Digital. 

Com essa certificação, combinada com o ambiente criptografado onde os dados da clínica são armazenados com o MedPlus, a segurança das informações é protegida para que sua única preocupação seja o bem-estar dos seus pacientes.

Telemedicina e o certificado digital

Desde 2020, a telemedicina vem transformando os atendimentos médicos. Tal mudança contribui para a inovação do setor da saúde em todo o território nacional. Contudo, a prática é possível apenas se a sua clínica estiver disposta a se adaptar à modernidade.

A telemedicina permite consultas a distância, que podem complementar o tratamento presencial de um paciente. Mas para que o atendimento aconteça da forma mais segura possível, é essencial contar com um ambiente virtual protegido e o uso da assinatura digital em prontuários e prescrições médicas.

Diante disso, a medicina caminha cada vez mais rápido em direção à modernidade que a telemedicina dispõe. Confira algumas vantagens que serão uma realidade com a implementação do sistema em sua clínica:

  • Complementa as consultas presenciais, com atendimentos mais frequentes;
  • Garante uma produtividade maior durante a consulta, com otimização do tempo do médico e paciente;
  • Fornece flexibilidade para as partes envolvidas durante a hora marcada, o que pode evitar problemas relacionados às faltas;
  • Um importante passo para sair na frente de concorrentes;
  • Possibilita redução de custos operacionais;
  • Torna a consulta mais confortável, por acontecer de forma remota.

Por isso, escolha um sistema de gestão que ofereça a telemedicina e garanta a segurança desse processo, além de um registro inalterado das consultas. 

Ainda, esse sistema deve fornecer a integração completa dos registros com assinatura digital, prescrição digital e prontuário eletrônico, de forma a garantir que todas essas informações fiquem unificadas. Isso aumenta a segurança e ainda otimiza o tempo do atendimento e do dia a dia na sua clínica. 

Confira: Como usar a telemedicina da MedPlus na prática?

Aplicando a tecnologia de maneira organizada, segura e inteligente, é possível ter atendimento mais humano e mais digital. Ou seja: uma combinação da humanização com as ferramentas tecnológicas, para oferecer o melhor cuidado médico que sua clínica pode ter.

Saiba mais sobre os potenciais da tecnologia em uma clínica médica. Confira nosso eBook:

Aline Patricia

Gerente de Produto
Formada em Administração, há 11 anos atua na MedPlus no atendimento ao cliente e atualmente é Gerente de Produto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *