Volta das consultas presenciais: como atender seus pacientes com segurança

Descubra como realizar consultas presenciais de maneira segura para seu paciente, a equipe na clínica e o profissional da saúde:

Por Cecília Galvão em 06 de agosto de 2020.

O início de 2020 foi marcado por uma pandemia que continuou apresentando perigo à saúde de pessoas em todo o mundo durante muitos meses. As mudanças trazidas por essa situação geram desafios para pessoas e empresas todos os dias.

Sua clínica médica, com o dever de continuar ajudando seus pacientes, teve de encontrar maneiras de continuar a realizar seu trabalho. E, para isso, muitas tecnologias passaram a ser utilizadas. 

Medidas de segurança também foram tomadas a fim de respeitar o distanciamento social necessário para frear a transmissão do vírus.

Diante deste cenário, muitas clínicas ficaram fechadas por meses sem atender presencialmente nenhum paciente. Esse foi o caso da sua clínica? Ou você já retornou com seus atendimentos presenciais?

De toda maneira, separamos algumas dicas de como proceder na reabertura de seu consultório ou clínica médica, a fim de garantir a segurança da equipe de profissionais e dos pacientes. 

Continue sua leitura e descubra como proceder: 

Avise os pacientes sobre a retomada dos seus atendimentos presenciais

Primeiramente temos de falar sobre marketing, pois é preciso avisar seus pacientes que seus atendimentos presenciais serão retomados. Para fazer isso basta anunciar em seu Instagram ou Facebook. As redes sociais podem ser extremamente úteis para isso.

É importante deixar claro quais serão os horários de atendimento e os procedimentos que devem ser seguidos pelos pacientes, como uso de máscaras e de álcool em gel 70%. 

Também podem ser enviadas mensagens ou e-mails para seus pacientes cadastrados, falando da retomada dos atendimentos presenciais e de todas as outras informações citadas anteriormente.

Lembre-se de que, caso você realize atendimentos a distância (teleconsultas), também é importante deixar isso claro para o paciente. Para isso, utilize os canais de comunicação com seus pacientes para falar sobre a telemedicina em sua clínica ou consultório médico, destacando informações sobre como esta modalidade de consulta funcionará.  

Aplique todas as medidas de segurança e transmita estas recomendações para o seu paciente

Consultas presenciais: como atender pacientes com segurança | MedPlus

O Ministério da Saúde recomenda uma série de ações para evitar a transmissão do novo coronavírus. 

Seu paciente também deve seguir estas medidas de segurança, para evitar que o médico, e sua equipe, sejam infectados durante o atendimento presencial. As principais medidas a serem propostas ao seu paciente são: 

  • Lavar muito bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, uilizando toalhas de papel para secá-las (ao entrar e sair da clínica);
  • Ou realizar a higienização com álcool em gel 70% (ao entrar e sair da clínica);
  • As máscaras faciais devem ser utilizadas por todos que estiverem em um ambiente com outras pessoas, inclusive enquanto se estiver no ambiente da clínica.

A nota do Ministério da Saúde ainda destaca que todo o cuidado deve ser redobrado com os grupos de risco.

Utilize a telemedicina como complemento aos atendimentos presenciais 

Sair de casa durante a pandemia? Apenas se for realmente necessário. O que significa que, caso seus pacientes precisem de uma reconsulta, ou apenas tirar algumas dúvidas a respeito de seu tratamento, o ideal é utilizar a telemedicina

Esta ferramenta permite que teleconsultas sejam realizadas através de plataformas de videoconferência. Isso garante a segurança do paciente e do médico durante a assistência do profissional de saúde. 

Segundo a Portaria nº 467/20, do Ministério da Saúde, enquanto no território brasileiro a saúde pública estiver em estado de emergência devido à pandemia da COVID-19, a telemedicina pode ser utilizada para atender pacientes. Porém, apenas  para casos que sejam considerados de baixa complexidade.

Contar com a telemedicina também é uma questão de biossegurança. Pois, caso seu paciente esteja com a COVID-19, ou qualquer outra doença que possa ser transmitida facilmente, o médico pode realizar o atendimento, e evitar que ele, ou qualquer outro membro de sua equipe, acabe infectado. 

Para saber mais sobre essa ferramenta, confira outro post do nosso blog: Como a telemedicina está transformando os atendimentos?

É importante que, ao optar por oferecer esse tipo de atendimento, procure compreender como os planos de saúde utilizados na clínica estão lidando com a telemedicina. 

Para isso leia o post: Como fica a telemedicina com os planos de saúde?

Para sanar dúvidas em relação à segurança jurídica da telemedicina, confira uma live realizada com a Dra. Sandra Franco. A advogada é consultora jurídica especializada em Direito Médico, referência nacional em Direito em Saúde, LGPD e Direito aplicado a novas tecnologias em saúde. 

Ferramentas para melhorar a qualidade das teleconsultas

Consultas presenciais: como atender pacientes com segurança | MedPlus

A telemedicina é a melhor maneira de atender pacientes garantindo a segurança da equipe da clínica, do profissional da saúde e dos pacientes. Por isso, é preciso contar com ferramentas que permitam que o médico realize um bom trabalho.

Conheça quais são essas ferramentas:

  • Prontuário eletrônico: para que durante a teleconsulta, o médico possa acessar facilmente o histórico do seu paciente, bem como outras informações importantes, para saber como agir em relação a cada caso.
  • Prescrição digital: com ela o médico pode indicar qual o tratamento adequado para o paciente e quais medicações ele deve comprar, enviando as informações em uma prescrição digital, evitando que o paciente tenha de se dirigir até a clínica para pegar a prescrição escrita. 
  • Assinatura digital: para que seus documentos sejam validados, assim como as prescrições digitais, permitindo que os pacientes adquiram os medicamentos que precisam de permissão médica (como os considerados faixa preta)! 
  • Agendamento online: assim seus pacientes podem realizar o agendamento de suas consultas, sejam presenciais ou a distância, em poucos cliques. Evitando que ele realize ligações, envie mensagens ou se dirija até a sua clínica. 

Conclusão

Não se esqueça de seguir nossas dicas, levando muito a sério as medidas indicadas pelo Ministério da Saúde. Assim, sua clínica poderá continuar a atender pacientes de maneira segura, garantindo um bom giro financeiro, mesmo diante desta crise. 

Já a telemedicina é uma ferramenta que pode ser muito poderosa, e ajudar ainda mais a aumentar o número de atendimentos, que sofreu uma baixa durante a pandemia da COVID-19. 

Ainda tem dúvidas a respeito dos benefícios da telemedicina e de como ela pode ser utilizada em seu consultório ou clínica médica? Então confira nosso eBook:

Cecília Galvão

Líder de atendimento
Atua no atendimento da MedPlus há quase 2 anos e possui experiência nas áreas de atendimento ao cliente, suporte técnico, implantação e sucesso do cliente.