O que muda nas clínicas de oftalmologia com o COVID-19?

Descubra quais os impactos da epidemia do coronavírus em clínicas de oftalmologia e como lidar com a situação em sua gestão médica!

Por Cecília Galvão em 14 de abril de 2020.

A situação de pandemia causada pelo coronavírus tomou conta de diversos países no mundo. O impacto disso chegou na vida pessoal e nos negócios das pessoas.  

A necessidade de distanciamento social, devido à doença COVID-19, resultou em uma quarentena que tem mantido as pessoas em casa e grande parte dos negócios funcionando apenas de maneira digital ou delivery. 

Por outro lado, existem diversos negócios essenciais para a população como hospitais, farmácias, mercados, e clínicas de oftalmologia. O atendimento médico desses profissionais se faz essencial, mas, ao mesmo tempo, sua gestão médica sofrerá impacto.

O número de atendimentos realizados mensalmente será menor do que costuma ser normalmente. Isso resultará na diminuição dos recebimentos em relação às consultas e procedimentos pagos. 

Uma vez que os hospitais correm o risco de lotação para lidar com os diversos casos da COVID-19, apenas procedimentos emergenciais podem ser feitos. O que diminui também o número de procedimentos hospitalares feitos pelo oftalmologista. 

Pensando em como manter sua clínica na ativa, continuar ajudando seus pacientes e garantir que o impacto no seu setor financeiro não seja tão profundo? Continue sua leitura que te contamos tudo!

Quais os desafios do COVID-19 em clínicas de oftalmologia?

Como ficam as clínica de oftalmologia com o COVID-19? | Medplus

Começamos dizendo que consultas oftalmológicas costumam demandar que o profissional esteja bastante próximo do paciente. Tendo em vista a pandemia atual, isso põe em risco a saúde do médico e do paciente também. Afinal, ambos podem estar infectados pela COVID-19 e não exibir nenhum sintoma. 

Analisando a situação em que estamos vivendo, é fato que o seu consultório ou clínica de oftalmologia não permanecerá fazendo tantos atendimentos quanto antes. Isso poderá resultar em problemas financeiros no futuro, mas nada que não possa ser evitado com uma gestão eficiente. 

Vale lembrar que já existiam agendamentos de pacientes feitos para este momento de quarentena. O que significa que, quando as atividades retornarem, será complicado organizar novamente sua agenda e todos os outros processos administrativos.

Permanecer parado neste momento não é a melhor opção para suas finanças. E o distanciamento com seu público pode diminuir sua retenção de pacientes. 

Está se perguntando como contornar a situação e garantir pacientes e um fluxo de caixa mais positivo? A resposta é o investimento em telemedicina e marketing de relacionamento!

Telemedicina em tempos de coronavírus

Oferecer atendimentos através de mídias digitais é um ótimo posicionamento estratégico de clínicas e consultórios de oftalmologia em relação à pandemia. 

Depois de meses de discussão em relação a situação da pandemia, o  poder público teve de tomar algumas decisões pertinentes. Por isso o Ministério da saúde lançou um novo ofício, regulamentando temporariamente a utilização da telemedicina e permitindo a realização de consultas através de mídias. 

Esta resolução regulamentada pela CFM pode ser checada no site oficial do Conselho Federal de Medicina. 

Sua clínica pode contar com o WhatsApp para fazer as chamadas de consultas virtuais. Contudo, vale destacar que a utilização deste app para fazer os atendimentos não é a melhor opção. 

Através de ferramentas específicas para telemedicina, o médico pode fazer chamadas para atender seus pacientes com sucesso. Existem sistemas de gestão, como o MedPlus, que oferecem a ferramenta para que a teleconsulta seja feita pelo sistema, integrada a todas as outras informações necessárias para realizar o atendimento! 

Assim, durante a consulta, o médico pode acessar facilmente o prontuário do paciente sem perder informações importantes!  

Uma dica para o profissional de oftalmologia: Essas consultas remotas podem ter um custo mais baixo para você, e portanto isso pode refletir no preço pago pelo paciente. Assim, as pessoas terão mais acessibilidade às consultas e poderão indicar seus serviços de oftalmologia para amigos e familiares que necessitem. 

Como contornar a crise da COVID-19 na gestão da sua clínica médica

Sua gestão médica irá sofrer neste momento de crise. Contudo, algumas ações podem ajudar a diminuir este impacto em sua clínica de oftalmologia. 

Primeiramente, vale destacar que a comunicação através do envio de SMS e e-mail ajuda a promover a fidelização dos seus pacientes, e até mesmo a captação de novos. Alguns sistemas, como o MedPlus, possuem integração com ambas as ferramentas, o que garante ainda mais facilidade no contato com o paciente. 

Quando aqueles que já são seus pacientes percebem que podem contar com seu atendimento neste momento de tanta insegurança e medo, eles veem em você uma figura confiável. Portanto, eles acabam se tornando pacientes fidelizados.

Novos pacientes também irão procurar por você, pois talvez o médico deles não esteja fazendo esses atendimentos virtuais. 

Ter um médico disponível para receitar e resolver problemas, mesmo que sejam simples,  deixará cada um destes pacientes mais confiante em relação ao trabalho desenvolvido pela sua clínica e pelo profissional da saúde. 

Ao perceber que você está fazendo o possível para ajudar nesta difícil situação em que se encontra não só o país, mas o mundo todo, essa pessoa acabará se tornando, também, um paciente fidelizado.

Preste atenção no seu setor financeiro

Outra maneira de contornar a situação referente ao coronavírus é fazendo um planejamento financeiro para sua clínica de oftalmologia, levando em conta o cenário atual e os próximos meses. 

Primeiramente, é preciso que o gestor esteja ciente da sua situação financeira como um todo. Existe uma reserva financeira para dar suporte neste momento? Qual a quantia monetária necessária para manter seu negócio neste momento de crise?

O próximo passo é analisar as contas que são fixas, como aluguel e o pagamento dos salários dos seus funcionários. 

Depois é hora de calcular a média de tempo dos atendimentos remotos virtuais, e o quanto será cobrado por eles. Assim, você pode ter uma média do quanto será recebido nos próximos meses. Procure registrar tudo para que exista um controle dos atendimentos e pagamentos feitos. 

Lembre que a média de atendimentos provavelmente será menor que o comum.  Então leve isso em conta na hora de desenvolver seu planejamento. 

Cortar custos que não são essenciais também é um tópico que deve estar presente no seu planejamento financeiro. Existem muitos custos que não são tão necessários e que podem ser retirados do seu orçamento, como a impressão de documentos e a utilização de agendas de papel. 

Portanto, faça um controle de custos verificando todas as entradas e saídas da sua clínica ou consultório médico, situações de inadimplência e tudo o mais que envolve o seu setor financeiro.

Invista em marketing de relacionamento

Como ficam as clínica de oftalmologia com o COVID-19? | Medplus

Uma vez que muitos dos atendimentos não estarão sendo feitos pessoalmente, as pessoas podem acabar se sentindo distantes da sua clínica de oftalmologia. Portanto, procure manter esse relacionamento através do marketing.

Investir em marketing de relacionamento com seu cliente é importantíssimo, pois fará com que as pessoas se sintam mais próximas da sua clínica. Por isso, procure responder todas as mensagens e comentários em redes sociais. 

Utilize o WhatsApp, Instagram, Facebook o seu e-mail. Faça uma checagem de todos os canais de comunicação ao menos uma vez ao dia, e seja muito humano e atencioso ao responder cada pessoa. 

Responda suas dúvidas e caso você, oftalmologista, sua secretária ou recepcionista percebam que a pessoa precisa de mais atenção, indique o atendimento através da telemedicina. 

Poste conteúdos nas redes sociais sobre dicas de como as pessoas podem se cuidar neste momento, e deixe claro que sua clínica de oftalmologia possui um canal de telemedicina para consultas, caso ele necessite! 

Mesmo que sua especialidade médica não esteja diretamente ligada aos sintomas da COVID-19, seus conhecimentos podem ajudar outros pacientes com demais problemas. Afinal de contas, não é só porque existe o coronavírus que todos os outros problemas, como os tratados por um oftalmologista, sumirão. 

Esteja a postos para auxiliar seus pacientes e captar mais alguns, garantindo que sua clínica siga com bons resultados quando a situação voltar à normalidade. 

Conclusão

Tomar as precauções citadas acima pode ser a solução para manter a saúde financeira de sua clínica ou consultório de oftalmologia e preservar seu relacionamento com o paciente. 

Vale destacar uma situação: caso você, profissional da saúde, decida oferecer os atendimentos remotos virtuais, é preciso divulgar para as pessoas. Para tanto, conte com o marketing digital!

Faça posts avisando que você estará realizando esse tipo de atendimento e divulgue quais serão os horários. Deixe um número de contato para que as pessoas possam agendar o horário e deixe claro como eles acontecerão. 

Caso você queira saber mais sobre como o marketing digital pode auxiliar sua clínica de oftalmologia e quais ações colocar em prática, confira nosso blog: Como desenvolver o marketing digital da sua clínica de oftalmologia?

No que diz respeito aos pagamentos dos atendimento através da telemedicina, eles podem ser feitos através de plataformas online, enviando o boleto referente à consulta diretamente para seu paciente através do próprio WhatsApp ou para o e-mail dele.

Os profissionais da saúde também podem cogitar aceitar transferências bancárias comuns ou através de canais como Nubank e Picpay. Esse é o tipo de medida que pode ajudar a diminuir o risco da saúde do paciente e do médico. 

Não se esqueça de deixar claro como os pagamentos podem ser feitos, e faça posts nas redes sociais para explicar estas facilidades para seu público! 

Cecília Galvão

Líder de atendimento
Atua no atendimento da MedPlus há quase 2 anos e possui experiência nas áreas de atendimento ao cliente, suporte técnico, implantação e sucesso do cliente.